Viva la Vida or Death and All His Friends

http://pt.dbpedia.org/resource/Viva_la_Vida_or_Death_and_All_His_Friends an entity of type: Thing

Viva la Vida or Death and All His Friends, muitas vezes referido somente como Viva la Vida (pronúncia em espanhol: ['biβa la 'βiða]) é o quarto álbum de estúdio da banda inglesa de rock alternativo Coldplay, lançado em 11 de junho de 2008 pela gravadora Parlophone. O nome do álbum foi dado após uma expressão espanhola que se traduz no inglês como "long live life". Liricamente, o álbum contém referências para a vida, morte e guerra.
Viva la Vida or Death and All His Friends 
Vivalavida.jpg 
<second> 426.0  220.0  222.0  229.0  237.0  249.0  2753.0  201.0  235.0  241.0  149.0  378.0  4398.0  411.0  76.0 
xsd:integer 16 
Viva la Vida or Death and All His Friends 
Berryman/Buckland/Champion/Martin/Hopkins 
Japão e iTunes 
inclui a faixa escondida "Chinese Sleep Chant" 
pré-venda no iTunes 
versão japonesa da edição de Prospekt's March 
inclui a faixa escondida "The Escapist": Berryman/Buckland/Champion/Martin/Hopkins 
Markus Dravs, Brian Eno, Jon Hopkins, Rik Simpson 
estúdio 
DVD 
Faixas bônus 
xsd:integer 42 
Yes 
Death and All His Friends 
Violet Hill 
Viva la Vida 
Lost! 
Lovers in Japan 
Strawberry Swing 
Cemeteries of London 
Death Will Never Conquer 
Life in Technicolor 
Life in Technicolor II 
Lost? 
Lovers in Japan/Reign of Love 
xsd:integer 2008 
Rolling Stone 
Spin 
The Guardian 
Entertainment Weekly 
Los Angeles Times 
NME 
’’Village Voice’’ 
Junho de 2007–Abril de 2008 
The Magic Shop, Nova Iorque; 
The Nunnery, Barcelona 
e A Church, Barcelona 
no The Bakery, Londres; 
xsd:double 2753.0  4398.0 
Viva la Vida or Death and All His Friends, muitas vezes referido somente como Viva la Vida (pronúncia em espanhol: ['biβa la 'βiða]) é o quarto álbum de estúdio da banda inglesa de rock alternativo Coldplay, lançado em 11 de junho de 2008 pela gravadora Parlophone. O nome do álbum foi dado após uma expressão espanhola que se traduz no inglês como "long live life". Liricamente, o álbum contém referências para a vida, morte e guerra. As sessões de gravação do álbum começaram em junho de 2007 e terminaram em abril de 2008. Foi produzido por Jon Hopkins, Rik Simpson, Markus Dravs e Brian Eno. O álbum foi o primeiro a ser produzido por este último. A banda resolveu explorar estilos experimentais, pois Eno havia exigido um som diferente a cada música do álbum, e expandiu os seus interesses musicais durante a gravação de Viva la Vida. A banda estava querendo fazer um álbum que durasse menos de 42 minutos. Como resultado, o álbum teve uma duração maior do que o desejado. O desenvolvimento do álbum atrasou a data de lançamento várias vezes. Viva la Vida foi recebido com sucesso crítico e comercial. Cinco singles foram lançados para promover o álbum; "Violet Hill" e "Viva la Vida" em maio de 2008, "Lovers in Japan" e "Lost!" em novembro de 2008, e "Strawberry Swing" em setembro de 2009. "Viva la Vida" se tornou a primeira canção da banda alcançar o topo das paradas nos Estados Unidos e no Reino Unido. O álbum recebeu diversas críticas positivas, e teve um placar agregado de 72% na Metacritic. Venceu na categoria Melhor Álbum de Rock no Grammy Awards de 2009 e foi o álbum mais vendido de 2008. Viva la Vida foi relançado em 25 de novembro de 2008 em uma edição de luxo que contém o álbum original mais o EP Prospekt's March. 
xsd:nonNegativeInteger 227 
Viva la Vida or Death and All His Friends 
xsd:integer 1773891 
xsd:nonNegativeInteger 72765 
xsd:integer 44141498 
<minute> 45.88333333333333 
<minute> 73.3 

data from the linked data cloud