Visconde de Mauá (Resende)

http://pt.dbpedia.org/resource/Visconde_de_Mauá_(Resende)

Visconde de Mauá é um distrito do município de Resende, no estado do Rio de Janeiro, Brasil, com partes da sua zona urbana estendendo-se também aos territórios dos municípios de Itatiaia e Bocaina de Minas, Minas Gerais.Visconde de Mauá tem cerca de seis mil habitantes. A principal atividade econômica da região é o turismo, com mais de 100 estabelecimentos de hospedagem e dezenas de restaurantes, alguns especializados em trutas e receitas à base de pinhão.
Visconde de Mauá (Resende) 
xsd:integer 40 
||Este |#default=artigo|102=anexo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto| (desde ).|.''') 
Por favor, [{{fullurl:Visconde de Mauá |action=edit}} melhore] este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes, inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, nos locais indicados. 
estilo 
Visconde de Mauá é um distrito do município de Resende, no estado do Rio de Janeiro, Brasil, com partes da sua zona urbana estendendo-se também aos territórios dos municípios de Itatiaia e Bocaina de Minas, Minas Gerais. De forma mais ampla, o nome Visconde de Mauá é atribuído ao conjunto das vilas de Mauá, Maringá e Maromba e seus diversos vales, como o Vale das Cruzes, Alcantilado, Pavão e Grama. A região como um todo compreende parte dos municípios de Resende e Itatiaia, no estado do Rio, e Bocaina de Minas, em Minas Gerais. As vilas ficam, em média, a 40 quilômetros das sedes desses municípios. Visconde de Mauá tem cerca de seis mil habitantes. A principal atividade econômica da região é o turismo, com mais de 100 estabelecimentos de hospedagem e dezenas de restaurantes, alguns especializados em trutas e receitas à base de pinhão. Essa região se localiza em área de preservação ambiental, na serra da Mantiqueira, a 1200 metros de altitude. Os visitantes são atraídos pelas belezas naturais das cachoeiras e vales. Em 28 de Dezembro de 2009 o Governo do Estado do Rio de Janeiro assinou o contrato de R$ 49 milhões para converter a RJ-163, a estrada de acesso a Visconde de Mauá, e a RJ-151 (que beira o Rio preto na região de Mauá) na primeira Estrada Parque do Estado do Rio de Janeiro. A estrada parque observa rigorosamente conceitos ecológicos, tais como “zoopassagens” subterrâneas (um funil formado por suportes metálicos e telas plásticas, com 60 cm de altura, para orientar os animais para a travessia segura), "zoopassagens” aéreas (projetadas para permitir o fluxo de animais que se movimentam pelas árvores), velocidade máxima de 40 km/h, asfalto de baixo ruído. 
xsd:nonNegativeInteger 78 
xsd:integer 927968 
xsd:nonNegativeInteger 15980 
xsd:integer 42977229 

data from the linked data cloud