Upanixade

http://pt.dbpedia.org/resource/Upanixade

Os Upanixades, também grafados Upanishads, Upanissades e Upanichades (em sânscrito, उपनिषद् , Upaniṣad), são parte das escrituras Shruti hindus, que discutem principalmente meditação e filosofia, e que são consideradas pela maioria das escolas do hinduísmo como instruções religiosas. Contêm também transcrições de vários debates espirituais, e 12 de seus 123 livros são considerados básicos por todos os hinduístas.
Upanixade 
Os Upanixades, também grafados Upanishads, Upanissades e Upanichades (em sânscrito, उपनिषद् , Upaniṣad), são parte das escrituras Shruti hindus, que discutem principalmente meditação e filosofia, e que são consideradas pela maioria das escolas do hinduísmo como instruções religiosas. Contêm também transcrições de vários debates espirituais, e 12 de seus 123 livros são considerados básicos por todos os hinduístas. Surgiram como comentários sobre os Vedas, sua finalidade e essência, sendo portanto conhecidos como Vedānta ("o fim do Veda"). O termo Upanixade deriva das palavras sânscritas upa ("perto"), ni ("embaixo") e chad ("sentar"), representando o ato de sentar-se no chão, próximo a um mestre espiritual, para receber instrução. Os professores e estudantes são vistos em uma série de posições sentadas (o marido respondendo questões sobre imortalidade, um adolescente sendo ensinado pela morte, etc.). Às vezes, os sábios são mulheres, e, outras vezes, as instruções (ou antes, inspirações) são dadas por reis. Estas obras se tornaram conhecidas no mundo ocidental, pela primeira vez, no início do século XIX, através de uma tradução feita do Persa para o Latim, que influenciou fortemente o pensamento do filósofo alemão Arthur Schopenhauer. 
xsd:nonNegativeInteger 62 
xsd:integer 79344 
xsd:nonNegativeInteger 16951 
xsd:integer 43835382 

data from the linked data cloud