U2 360° Tour

http://pt.dbpedia.org/resource/U2_360°_Tour

U2 360° Tour foi uma turnê mundial da banda de rock irlandesa U2. Lançada em suporte do álbum de estúdio do grupo, No Line on the Horizon (2009), a turnê começou a apresentar-se em estádios em junho de 2009, finalizando em julho de 2011. O nome dado a turnê foi devido a uma configuração do estádio que permitia a visão completa do público em relação ao palco. Para isso, uma enorme estrutura de quatro pernas apelidado de "garra", foi construído em cima do palco, com o sistema de som e um cilíndrico, ampliando a tela de vídeo em cima dele. O banda afirmou que eles "nunca fizeram uma turnê com uma estrutura tão singular e original".
U2 360° Tour 
right 
xsd:integer 30 
vertical 
O palco é cercado pelo público e contava com uma "garra", servindo como plataforma de apoio , sendo inspirada no tema do edifício do Aeroporto Internacional de Los Angeles . 
LAX LA.jpg 
U2 360 tour stage Zagreb 2.JPG 
xsd:integer 220 
xsd:integer
"Produzir essa estrutura foi um desafio, mas o efeito tem sido grande. Ele supera o estádio, faz do palco um ambiente mais limpo, quebrando a barreira entre a banda e o público. Tendo investido nessa tecnologia, eu acho que é uma virada de jogo. Eu não sei o que vamos fazer da próxima vez, mas esses estágios mais limpos dos estádios é o caminho certo a percorrer." 
"O show é uma fusão improvável dos dois extremos das turnês do U2 – a sobrecarga tecnológica da Zoo TV, e a simplicidade da Elevation Tour." 
$ 736 milhões 
— Adam Clayton. 
— Brian Hiatt, da revista Rolling Stone. 
padding:10px; 
Mundial 
xsd:integer 200  25.0  33.0 
xsd:integer 110 
Europa, América do Norte, Oceania, África, América do Sul 
xsd:integer 7200 
U2 360° Tour foi uma turnê mundial da banda de rock irlandesa U2. Lançada em suporte do álbum de estúdio do grupo, No Line on the Horizon (2009), a turnê começou a apresentar-se em estádios em junho de 2009, finalizando em julho de 2011. O nome dado a turnê foi devido a uma configuração do estádio que permitia a visão completa do público em relação ao palco. Para isso, uma enorme estrutura de quatro pernas apelidado de "garra", foi construído em cima do palco, com o sistema de som e um cilíndrico, ampliando a tela de vídeo em cima dele. O banda afirmou que eles "nunca fizeram uma turnê com uma estrutura tão singular e original". Devido o baixo número de vendas de No Line, os analistas esperavam que a turnê fosse uma importante fonte de renda para a banda. A cada data da turnê esgotada, em poucos minutos vendiam-se os bilhetes colocados à venda. Para acomodar o tempo necessário para montar e transportar a "Garra" entre as datas da turnê, três estruturas independentes do palco foram construídas. A produção de 360° aumentou a capacidade de locais em até 25%, levando a registros de atendimento em mais de 60 locais. Vários temas foram incorporados nos shows; partes dos concertos teve destaque de temas do espaço sideral, devido à semelhança da "garra" com uma uma nave espacial. Mensagens pré-gravadas transmitidas diretamente da Estação Espacial Internacional foram exibidos durante os shows, como as declarações sociopolíticas de Desmond Tutu e Aung San Suu Kyi. Os setlists foram ajustados para cada ano de turnê, para os shows de 2010, canções inéditas foram estreadas ao vivo, enquanto que nas etapas de 2011, o U2 tocou mais músicas da década de 1990, para comemorar o 20º aniversário do lançamento de Achtung Baby (1991). Composta por três etapas e 110 concertos, a turnê começou em 30 de junho de 2009, em Barcelona na Espanha, e concluiu em 30 de julho de 2011, em Moncton no Canadá. Visitaram duas vezes a Europa e a América do Norte, enquanto faziam paradas na América do Sul, África e Oceania. A etapa da turnê na América do Norte em 2010 foi adiada para o ano seguinte, após o vocalista Bono ter sofrido uma grave lesão nas costas. O U2 ganhou o "Prémio Billboard Touring" de turnê de maior venda de bilheteria da história, e de melhor pontuação de caixa em um único local em 2009, para shows no Croke Park, em Dublin na Irlanda. Em 25 de outubro de 2009, a banda se apresentou no estádio Rose Bowl, em Pasadena na Califórnia, filmando para o vídeo-concerto denominado U2 360° at the Rose Bowl (2010), sendo transmitido ao vivo através do YouTube; o concerto estabeleceu um novo recorde de público nos Estados Unidos para um único atrativo principal. A turnê geralmente foi bem recebida pelos críticos e fãs. Por sua conclusão, a U2 360° Tour alcançou o recorde de bilheteria para uma turnê, com 736 milhões de dólares em vendas de ingressos, e para a turnê mais bem atendida, com mais de 7,2 milhões de bilhetes vendidos. 
xsd:nonNegativeInteger 250 
No Line on the Horizon 
xsd:integer 30 
U2 360° Tour 
xsd:integer 2285942 
xsd:nonNegativeInteger 59778 
xsd:integer 43492376 

data from the linked data cloud