Tumultos na Inglaterra em 2011

http://pt.dbpedia.org/resource/Tumultos_na_Inglaterra_em_2011

Os tumultos na Inglaterra em 2011 foram uma série de manifestações violentas e criminosas, ocorridas entre os dias 6 e 10 de agosto de 2011, a princípio em distritos de Londres, espalhando-se em seguida por outras cidades e vilas do país, onde houve confrontos entre a população e a polícia, saques e incêndios criminosos.Em 15 de agosto, cerca de 3.100 pessoas haviam sido presas, das quais mais de 1.000 foram processadas. As detenções, acusações e processos judiciais continuaram, com os tribunais trabalhando horas extras.
Tumultos na Inglaterra em 2011 
xsd:integer
xsd:integer 186 
+16 civis feridos 
xsd:integer 300 
Bombeiros controlando incêndio em edifício de Tottenham, Norte de Londres. 
Alguns distritos da Grande Londres, Grande Manchester, Merseyside, Midlands Ocidentais, Midlands Orientais, Yorkshire Ocidental, Bristol e em algumas outras áreas. 
xsd:integer
Tumultos na Inglaterra em 2011 
Distúrbio, pilhagem, incêndios, roubos 
Fatalidades e feridos relatados 
Os tumultos na Inglaterra em 2011 foram uma série de manifestações violentas e criminosas, ocorridas entre os dias 6 e 10 de agosto de 2011, a princípio em distritos de Londres, espalhando-se em seguida por outras cidades e vilas do país, onde houve confrontos entre a população e a polícia, saques e incêndios criminosos. Tudo começou em 6 de agosto de 2011, depois que uma manifestação pacífica, para pedir esclarecimentos às autoridades sobre o assassinato de Mark Duggan, dois dias antes, por membros armados da Polícia Metropolitana de Londres. A manifestação degenerou em motim, inicialmente na área de Tottenham, Norte de Londres. Nos dias seguintes, o tumulto se espalhou para vários bairros e distritos de Londres e, afinal, para outras cidades da Inglaterra, sendo que os distúrbios mais graves ocorreram fora de Londres - em Bristol e cidades do centro (Midlands) e do nordeste do país. Os distúrbios foram caracterizados por saques desenfreados e ataques incendiários de níveis sem precedentes. Como resultado, o primeiro-ministro britânico David Cameron antecipou o retorno de suas férias na Itália e outros governantes e líderes da oposição também interromperam suas férias para atender o caso. Além disso, as férias do pessoal da polícia foram canceladas e o Parlamento foi convocado em 11 de agosto para debater a situação. Em 15 de agosto, cerca de 3.100 pessoas haviam sido presas, das quais mais de 1.000 foram processadas. As detenções, acusações e processos judiciais continuaram, com os tribunais trabalhando horas extras. Cinco pessoas morreram e pelo menos 16 pessoas ficaram feridas como um resultado direto de atos violentos relacionados. Um valor estimado de £200.000.000 (200 milhões de libras esterlinas) de danos materiais foram incorridos, e a atividade econômica local foi significativamente comprometida. A ação da polícia tem sido responsabilizada pela revolta inicial, e a subsequente reação da polícia foi criticada por não ser adequada nem suficientemente eficaz. Os tumultos têm gerado debate contínuo significante entre os valores políticos, sociais e acadêmicos sobre as causas e o contexto em que eles aconteceram. 
xsd:nonNegativeInteger 139 
xsd:integer 3339249 
xsd:nonNegativeInteger 42776 
xsd:integer 44625753 

data from the linked data cloud