Transtorno mental

http://pt.dbpedia.org/resource/Transtorno_mental

Os termos transtorno, distúrbio e doença combinam-se aos termos mental, psíquico e psiquiátrico para descrever qualquer anormalidade, sofrimento ou comprometimento de ordem psicológica e/ou mental. Os transtornos mentais são um campo de investigação interdisciplinar que envolvem áreas como a psicologia, a psiquiatria e a neurologia. As classificações diagnósticas mais utilizadas como referências no serviço de saúde e na pesquisa hoje em dia são o Manual Diagnóstico e Estatístico de Desordens Mentais - DSM IV, e a Classificação Internacional de Doenças - CID-10.
Transtorno mental 
Ihle, W. & Esser, G. . "Epidemiologie psychischer Störungen im Kindes- und Jugendalter: Prävalenz, Verlauf, Komorbidität und Geschlechtsunterschied" 
Bastine, Reiner 
Dalgalarrondo, Paulo 
Freud, Sigmund 
Perrez, Meinrad & Baumann, Urs 
Robins, L.N. & Regier, D.A. 
Tseg, W.-S. 
Andrade, L. Caraveo-Anduaga, J.J. et al. . "Cross-sectional comparisons of the prvalence and correlates of mental disorders 
xsd:integer 159 
xsd:integer 413 
Academic press. 
Artes médicas. 
Free Press. 
Heller. 
Huber. ISBN 3-456-84241-4 
Kohlhammer. 
ISBN 
xsd:integer
Leipzig 
Porto Alegre 
San Diego 
New York 
Psychiatric disorders in America: The Epidemiologic Catchment Area Study 
Bulletin of the World Health Organization, 78 
Handbook of cultural psychiatry 
Klinische Psychologie, Band 1 
Lehrbuch klinische Psychologie - Psychotherapie 
Psychologischer Rundschau, 53 
Vorlesung zur Einführung in die Psychoanalyse. 3. Teil. Allgemeine Neurosenlehre. 
Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais 
Os termos transtorno, distúrbio e doença combinam-se aos termos mental, psíquico e psiquiátrico para descrever qualquer anormalidade, sofrimento ou comprometimento de ordem psicológica e/ou mental. Os transtornos mentais são um campo de investigação interdisciplinar que envolvem áreas como a psicologia, a psiquiatria e a neurologia. As classificações diagnósticas mais utilizadas como referências no serviço de saúde e na pesquisa hoje em dia são o Manual Diagnóstico e Estatístico de Desordens Mentais - DSM IV, e a Classificação Internacional de Doenças - CID-10. Em psiquiatria e em psicologia prefere-se falar em transtornos, perturbações, disfunções ou distúrbios (ing. disturbs, alem. Störungen) psíquicos e não em doença; isso porque apenas poucos quadros clínicos mentais apresentam todas as características de uma doença no sentido tradicional do termo - isto é, o conhecimento exato dos mecanismos envolvidos e suas causas explícitas. O conceito de transtorno, ao contrário, implica um comportamento diferente, desviante, "anormal". No Brasil, a Câmara Federal aprovou em 17 de março de 2009, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 6013/01, do deputado Jutahy Junior (PSDB-BA), que conceitua transtorno mental, padroniza a denominação de enfermidade psíquica em geral e assegura aos portadores desta patologia o direito a um diagnóstico conclusivo, conforme classificação internacional. O projeto determina que transtorno mental é o termo adequado para designar o gênero enfermidade mental, e substitui termos como "alienação mental" e outros equivalentes. 
xsd:nonNegativeInteger 106 
xsd:integer 210035 
xsd:nonNegativeInteger 33763 
xsd:integer 44170258 

data from the linked data cloud