Tito Franco de Almeida

http://pt.dbpedia.org/resource/Tito_Franco_de_Almeida

Tito Franco de Almeida (Belém, 4 de janeiro de 1829 — Belém, 17 de fevereiro de 1899) foi um advogado, professor, escritor e político brasileiro.Filho de Joaquim Inácio de Almeida, bacharel português, e de Dona Maria Romana de Almeida, recebeu sua primeira educação em Lisboa. Voltou ao Brasil 1844. Cursou o bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Academia de Olinda, onde graduou-se em 1851. Foi professor catedrático de Filosofia Racional e Moral no Liceu Paraense.
Tito Franco de Almeida 
Tito Franco de Almeida (Belém, 4 de janeiro de 1829 — Belém, 17 de fevereiro de 1899) foi um advogado, professor, escritor e político brasileiro. Filho de Joaquim Inácio de Almeida, bacharel português, e de Dona Maria Romana de Almeida, recebeu sua primeira educação em Lisboa. Voltou ao Brasil 1844. Cursou o bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Academia de Olinda, onde graduou-se em 1851. Foi professor catedrático de Filosofia Racional e Moral no Liceu Paraense. Foi deputado provincial no Pará em diversas legislaturas. Elegeu-se deputado geral em quatro ocasiões: 1857 a 1860, 1864 a 1866, 1878 a 1881 e 1889, sendo que, neste último mandato, não tomou posse dado o fim do regime imperial no Brasil. Não aderiu à República, declarando-se monarquista. No Rio de Janeiro, foi diretor geral da Secretaria dos Negócios da Justiça e redator chefe do Diário Oficial do Império no período de 1864 a 1866. Foi diretor do Diário do Rio de Janeiro. Pertenceu ao Instituto dos Advogados do Brasil. Foi presidente (1883 e 1885) do Club da Amazônia, organização abolicionista. Apesar de ser liberal, era contra a separação da Igreja e do Estado, afirmando que "deviam permanecer unidos de modo que este Estado pudesse continuar a controlar aquela Igreja". 
xsd:nonNegativeInteger 40 
xsd:integer 1154846 
xsd:nonNegativeInteger 4888 
xsd:integer 44309961 

data from the linked data cloud