Theodore Schultz

http://pt.dbpedia.org/resource/Theodore_Schultz an entity of type: Thing

Theodore William Schultz (Arlington, 30 de abril de 1902 — Evanston, 26 de fevereiro de 1998) foi um economista estadunidense.Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 1979, juntamente com William Arthur Lewis.Estudou agricultura no South Dakota State College (1921-1927) e, em seguida, ingressou na Universidade de Wisconsin-Madison obtendo seu doutorado em economia, em 1930.Posteriormente lecionou no Iowa State College (1930 - 1943), e então transferiu-se para a Universidade de Chicago. Mais tarde foi presidente da American Economic Association.
Theodore Schultz 
xsd:integer 1979 
com William Arthur Lewis 
Theodore W. Schultz.jpg 
Theodore William Schultz 
xsd:integer 20 
sim 
Theodore William Schultz (Arlington, 30 de abril de 1902 — Evanston, 26 de fevereiro de 1998) foi um economista estadunidense. Foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 1979, juntamente com William Arthur Lewis. Estudou agricultura no South Dakota State College (1921-1927) e, em seguida, ingressou na Universidade de Wisconsin-Madison obtendo seu doutorado em economia, em 1930. Posteriormente lecionou no Iowa State College (1930 - 1943), e então transferiu-se para a Universidade de Chicago. Mais tarde foi presidente da American Economic Association. Schultz recebeu o Prémio de Ciências Económicas por seu trabalho sobre o desenvolvimento econômico, centrado na economia agrícola. Analisou o papel da agricultura na economia e seu trabalho teve profundas repercussões nas políticas de industrialização de vários países. No pós-guerra, Schultz pesquisou a rápida recuperação da Alemanha e do Japão, comparando a situação desses países à do Reino Unido, onde ainda havia racionamento de alimentos muito tempo depois da guerra. Concluiu que a velocidade de recuperação se devia a uma população saudável e altamente educada. Segundo ele, a educação torna as pessoas produtivas e a boa atenção à saúde aumenta o retorno do investimento em educação. Assim, introduziu a ideia de "capital educacional" relacionando-o especificamente aos investimentos em educação. Tal ideia foi a base da Teoria do Capital humano, posteriormente desenvolvida por Gary Becker, e inspirou um grande número de trabalhos sobre o desenvolvimento, nos anos 1980, motivando investimentos no ensino técnico e vocacional pelas instituições financeiras do Sistema Bretton Woods - como o FMI e o Banco Mundial. 
xsd:nonNegativeInteger 35 
Theodore William Schultz 
xsd:integer 41797 
xsd:nonNegativeInteger 3707 
xsd:integer 44288144 

data from the linked data cloud