The Joshua Tree

http://pt.dbpedia.org/resource/The_Joshua_Tree an entity of type: Thing

The Joshua Tree é o quinto álbum de estúdio da banda de rock irlandesa U2. Foi produzido por Daniel Lanois e Brian Eno, e foi lançado em 9 de março de 1987 pela Island Records. Em contraste com a ambiente de experimentação do lançamento de seu álbum de 1984, The Unforgettable Fire, o U2 destinou um som mais cru e pulsante em The Joshua Tree, dentro dos limites das estruturas estritas das músicas. O álbum é influenciado pela música americana e música irlandesa, e retrata os sentimentos conflitantes de amor e ódio dentro dos Estados Unidos, com letras socialmente e politicamente conscientes embelezadas com imagens espirituais.
The Joshua Tree 
left 
Produzido por 
xsd:integer 50  185.0  289.0  196.0  236.0  246.0  258.0  272.0  283.0  290.0  294.0  299.0  243.0  275.0  278.0  312.0  323.0  177.0  271.0  213.0  253.0  338.0  248.0  296.0  91.0 
b-side do single "I Still Haven't Found What I'm Looking For" 
Sessões de The Joshua Tree, reescrito e regravado em 2007 
Demo das Sessões de The Joshua Tree 
a-side do single "Where the Streets Have No Name" 
b-side do single "Where the Streets Have No Name" 
b-side do single "With or Without You" 
Álbum Sun City 
Compilações de Unreleased & Rare e The Complete U2 
The Joshua Tree.png 
xsd:integer
The Joshua Tree 
Sun City 
Single Edit 
Brian Eno, Daniel Lanois 
"Tivemos muitas experiências na realização de The Unforgettable Fire. Tínhamos feito bastante coisas revolucionárias... Então nós sentimos, entrando em The Joshua Tree, que talvez as opções não eram uma coisa boa, que as limitações podem ser positivas. E por isso decidimos trabalhar dentro das limitações da música como ponto de partida. Nós pensávamos: vamos realmente escrever canções. Queríamos que o registro fosse menos vago e aberto, atmosférico e impressionista." 
"Estou muito orgulhoso das fotos, eu estou feliz por fazer parte deles. Mas eu acho que as pessoas sentiram que levamos muito a sério. Foi definitivamente o mais sério, eu acho, que você pode fotografar uma banda. Você não conseguiria ir mais abaixo desta linha, a menos que você começasse a fotografar túmulos." 
"Eu amo estar lá, eu amo a América, eu amo o sentimento de espaços abertos, eu amo os desertos, eu amo as cadeias montanhosas, eu ainda amo as cidades. Assim, tendo caído no amor com a América ao longo dos anos que nós estivemos lá em turnê, eu tive então que a 'lidar com' a América e do jeito que estava me afetando, porque a América está a produzir tal efeito sobre o mundo no momento. Neste disco eu tinha que lidar com isso no plano político pela primeira vez, de uma maneira sutíl". 
— The Edge, na faixa de abordagem para The Joshua Tree. 
— Anton Corbijn, sobre o tom sério das imagens da capa. 
— Bono, sobre a inspiração temática do álbum. 
padding:8px; 
estúdio 
Bullet the Blue Sky 
Deep in the Heart 
Desert of Our Love 
Drunk Chicken / America 
Exit 
Luminous Times 
Mothers of the Disappeared 
Race Against Time 
Red Hill Mining Town 
Rise Up 
Running to Stand Still 
Silver and Gold 
Spanish Eyes 
Trip Through Your Wires 
Walk to the Water 
Wave of Sorrow 
Beautiful Ghost/Introduction to Songs of Experience 
<perCent> 27.0 
Rolling Stone 
NME 
New Zealand Herald 
Houston Chronicle 
Orlando Sentinel 
The Austin Chronicle 
Janeiro de 1986 – janeiro de 1987 na Irlanda *STS Studios *Danesmoate House *Melbeach *Windmill Lane Studios 
xsd:double 3000.0 
The Joshua Tree é o quinto álbum de estúdio da banda de rock irlandesa U2. Foi produzido por Daniel Lanois e Brian Eno, e foi lançado em 9 de março de 1987 pela Island Records. Em contraste com a ambiente de experimentação do lançamento de seu álbum de 1984, The Unforgettable Fire, o U2 destinou um som mais cru e pulsante em The Joshua Tree, dentro dos limites das estruturas estritas das músicas. O álbum é influenciado pela música americana e música irlandesa, e retrata os sentimentos conflitantes de amor e ódio dentro dos Estados Unidos, com letras socialmente e politicamente conscientes embelezadas com imagens espirituais. Inspirados nas experiências da turnê americana, literatura, e políticas, a banda optou pela América como um tema para o registro. A gravação começou em janeiro de 1986 na Irlanda, a promover uma atmosfera descontraída e criativa, o grupo gravou em duas casas além de dois estúdios profissionais. Vários eventos durante as sessões ajudaram a moldar o tom consciente do álbum, incluindo a participação da banda na turnê A Conspiracy of Hope Tour, a morte de Greg Carroll e a viagem do vocalista Bono à América Central. A gravação foi concluída em Novembro e a produção adicional continuou em janeiro de 1987. Ao longo das sessões, a banda buscou uma qualidade "cinematográfica" para o registro que evocam um sentido de localização, em particular, os espaços abertos da América. Eles representavam-nos na capa, mostrando os integrantes da banda em paisagens do deserto americano. O álbum foi aclamado pela crítica, chegou ao topo das paradas em mais de 20 países, e bateu inúmeros recordes. De acordo com a Rolling Stone, o álbum da banda aumentou a estatura "de heróis para superstars". Produziu os singles "With or Without You", "I Still Haven't Found What I'm Looking For" e "Where the Streets Have No Name". O álbum venceu o Grammy Award de "Álbum do Ano" e "Melhor Performance de Rock por um Duo ou Grupo com Vocais" em 1988. O grupo apóia o registro com o sucesso de Joshua Tree Tour. Frequentemente citado como um dos maiores álbuns da história do rock, The Joshua Tree é um dos álbuns mais vendidos do mundo, com mais de 25 milhões de cópias vendidas. Em 2007, o U2 lançou uma edição de 20º aniversário em uma edição remasterizada do álbum. 
xsd:nonNegativeInteger 240 
The Joshua Tree 
xsd:integer 276345 
xsd:nonNegativeInteger 69356 
xsd:integer 44167946 
<minute> 50.0 

data from the linked data cloud