Tártaros da Crimeia

http://pt.dbpedia.org/resource/Tártaros_da_Crimeia an entity of type: Thing

Os tártaros da Crimeia (sg. qırımtatar, pl. qırımtatarlar) ou Crimeanos (sg. qırım, qırımlı, pl. qırımlar, qırımlılar) são um grupo étnico túrquico que originalmente habita a Crimeia. Eles possuem uma língua própria, o tártaro da Crimeia.Em tempos modernos, em adição aos que vivem na Crimeia, há uma grande diáspora de tártaros da Crimeia na Turquia, Romênia, Bulgária, Uzbequistão, Europa Oriental e América do Norte, bem como pequenas comunidades na Finlândia, Lituânia, Rússia, Bielorrússia, Polônia e Brasil.
Tártaros da Crimeia 
xsd:integer 2000 
xsd:integer 250 
xsd:integer 25 
Tártaros da Crimeia 
xsd:integer 65 
xsd:integer
Nationalities Papers 
(Taras Triasylo • I. Gasprinski • N. Çelebicihan) 
Notáveis tártaros da Crimeia: 
June 
Greta 
xsd:integer 317 
xsd:integer 25 
Uehling 
Squatting, self-immolation, and the repatriation of Crimean Tatars 
xsd:integer 28 
Os tártaros da Crimeia (sg. qırımtatar, pl. qırımtatarlar) ou Crimeanos (sg. qırım, qırımlı, pl. qırımlar, qırımlılar) são um grupo étnico túrquico que originalmente habita a Crimeia. Eles possuem uma língua própria, o tártaro da Crimeia. Os tártaros da Crimeia e minorias não-russas vivendo na Crimeia são descendentes de uma mistura de turcomanos, búlgaros, pechenegues e kiptchaks) bem como não túrquicos como (citianos, sármatas, cimérios, alanos, gregos, italianos, godos, adigues) povos que chegaram à Europa Oriental no início do século VII a.C. e venezianos e genoveses que conquistaram o sul da Crimeia no século XIV. As populações não túrquicas foram logo assimiladas pelo grupo túrquico. Os tártaros da Crimeia são subdivididos em três subgrupos étnicos: os tats (não confundir com o povo tat) que habitavam as montanhas da Crimeia antes de 1944 (aproximadamente 55%), os yalıboylus que viviam na costa sul da península (aproximadamente 30%), e os noğays (não confundir com o povo nogai) — antigos habitantes da estepe da Crimeia (aproximadamente 15%). Os tats e yalıboylus possuem traços caucasianos enquanto os noğays conservam características mongolóides típicas dos habitantes da Ásia Central. Em tempos modernos, em adição aos que vivem na Crimeia, há uma grande diáspora de tártaros da Crimeia na Turquia, Romênia, Bulgária, Uzbequistão, Europa Oriental e América do Norte, bem como pequenas comunidades na Finlândia, Lituânia, Rússia, Bielorrússia, Polônia e Brasil. 
xsd:integer 1160369 
xsd:integer 44825166 
Tártaros da Crimeia 
25px 
Kiptchaks, outros povos turcomanos 
Islamismo sunita 
xsd:nonNegativeInteger 105 
xsd:nonNegativeInteger 14801 

data from the linked data cloud