Siágrio

http://pt.dbpedia.org/resource/Siágrio

Afrânio Siágrio (430 — 486/487) era filho de Egídio, o último mestre dos soldados da Gália (magister militum per Gallias) romano que manteve um governo, o chamado reino de Siágrio, em torno de Soissons após o colapso do governo central do Império Romano do Ocidente. Siágrio governou este enclave como duque a partir da morte de seu pai em 464 até 486, quando seu reino foi destruído pela expansão territorial do reino franco de Clóvis I. Tendo sido derrotado na sua capital na batalha de Soissons, Siágrio buscou refúgio com Alarico II, rei dos visigodos, baseado em Tolosa. Mas em vez disso foi feito prisioneiro e enviado para Clóvis, sendo assassinado em 487, apunhalado secretamente de acordo com Gregório de Tours.
Siágrio 
Afrânio Siágrio (430 — 486/487) era filho de Egídio, o último mestre dos soldados da Gália (magister militum per Gallias) romano que manteve um governo, o chamado reino de Siágrio, em torno de Soissons após o colapso do governo central do Império Romano do Ocidente. Siágrio governou este enclave como duque a partir da morte de seu pai em 464 até 486, quando seu reino foi destruído pela expansão territorial do reino franco de Clóvis I. Tendo sido derrotado na sua capital na batalha de Soissons, Siágrio buscou refúgio com Alarico II, rei dos visigodos, baseado em Tolosa. Mas em vez disso foi feito prisioneiro e enviado para Clóvis, sendo assassinado em 487, apunhalado secretamente de acordo com Gregório de Tours. Seu regime representou o último exemplo registrado de uma autoridade nativa galo-romana na Gália: de fato ele era conhecido pelos bárbaros germânicos como "Rei dos Romanos". 
xsd:nonNegativeInteger 23 
xsd:integer 544678 
xsd:nonNegativeInteger 1519 
xsd:integer 41151854 

data from the linked data cloud