Serra de Maracaju

http://pt.dbpedia.org/resource/Serra_de_Maracaju

A Serra de Maracaju é uma serra que divide o estado do Mato Grosso do Sul em dois, a oeste da capital, Campo Grande. A leste ficam os campos de cerrado, enquanto se inicia, a oeste, o Pantanal sul-matogrossense. As maiores altitudes da serra estão por volta de 750m, nas proximidades do município de Aquidauana. A composição rochosa basicamente é formada por arenito. Esse tipo de material também pode ser encontrado na Serra de Botucatu no estado de São Paulo, uma vez que o município paulista compõe parte da vertente oriental da Bacia Hidrográfica do Rio Paraná.
Serra de Maracaju 
A Serra de Maracaju é uma serra que divide o estado do Mato Grosso do Sul em dois, a oeste da capital, Campo Grande. A leste ficam os campos de cerrado, enquanto se inicia, a oeste, o Pantanal sul-matogrossense. As maiores altitudes da serra estão por volta de 750m, nas proximidades do município de Aquidauana. A composição rochosa basicamente é formada por arenito. Esse tipo de material também pode ser encontrado na Serra de Botucatu no estado de São Paulo, uma vez que o município paulista compõe parte da vertente oriental da Bacia Hidrográfica do Rio Paraná. Entre Campo Grande e Corumbá, na BR 262, há grandes paredões de arenito. A composição rochosa basicamente é formada por basaltos cretáceos da formação serra geral (antigos derrames vulcânicos). A serra pode ser identificada como o divisor de águas entre as bacias dos Rios Paraná e Paraguai, passando sempre pelas cotas mais altas do derrame basáltico. No sentido Sul-Norte a serra entra no Estado de Mato Grosso do Sul vindo do Paraguai, e passa pelos municípios de Antonio João, seguindo pela MS-166, passa no município de Maracaju, depois segue pela BR-060 passando pelo município de Sidrolândia, continua pela BR-060 até Campo Grande a partir daí segue-se pela BR-163 passando por Jaraguari, Bandeirantes, pela localidade chamada Posto São Pedro e finaliza em São Gabriel, onde já não divide mais as duas bacias e finaliza o derrame basáltico. Seguindo-se esse roteiro, nota-se que sempre haverá queda abrupta de altitude no lado Oeste, na maioria das vezes mostrando as escarpas da serra, já para o lado Leste fica o planalto. As cotas de altitude variam de 200 a 400 metros na parte de baixo da serra e de 500 a 700 na parte de cima. No sentido Leste-Oeste a serra serve como divisor natural entre Paraguai e Brasil Passando pelos municípios de Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas e Paranhos. No país vizinho ela corta cidades como Salto del Guairá, Corpus Christi, Villa Ygatimí, YpeJhú e Itanará onde é conhecida como Sierra de Maracayú. 
xsd:nonNegativeInteger 35 
xsd:integer 466744 
xsd:nonNegativeInteger 3225 
xsd:integer 42276862 

data from the linked data cloud