Serra de Gredos

http://pt.dbpedia.org/resource/Serra_de_Gredos

A Serra de Gredos (em espanhol: Sierra de Gredos) é uma cordilheira no centro da Península Ibérica, situada entre as províncias espanholas de Ávila, Cáceres e Toledo, cujo ponto mais alto, na província de Ávila, na divisão entre os municípios de Zapardiel de la Ribera e Candeleda, é o Pico Almançor, com 2 592 m.O seu relevo agreste serviu de refúgio à tribo celta mais meridional, os vetões, e a outros rebeldes históricos, como El Empecinado, no início do século XIX, ou os maquis (guerrilheiros antifranquistas) em meados do século XX.
Serra de Gredos 
xsd:integer 1972  1980  1982  1995 
Alonso Otero, F.; Arenillas Parra, M.; Sáenz Ridruejo, C. 
Martínez de Pisón, E.; Muñoz Jiménez, J. 
Muñoz Jiménez, J.; Sanz Herráiz, C. 
Pedraza, J. de; López, J. 
xsd:integer 120 
Alianza Editorial 
Consejo General de Castilla y León. 
Estudios Geográficos 
Gredos.JPG 
Localização da Serra de Gredos e do Sistema Central ibérico 
Madrid 
Burgos 
províncias de Ávila, Cáceres e Toledo 
Serra de Gredos 
Gredos. Geología y glaciarismo 
Las Montañas. Guía Física de España 
Observaciones sobre la morfología del Alto Gredos 
La morfología glaciar en las montañas de Castilla la Vieja y León 
Pico Almançor, 2592 
Pico Almançor, El Torozo, Pico La Galana, Cabeza Nevada 
xsd:integer 400 
A Serra de Gredos (em espanhol: Sierra de Gredos) é uma cordilheira no centro da Península Ibérica, situada entre as províncias espanholas de Ávila, Cáceres e Toledo, cujo ponto mais alto, na província de Ávila, na divisão entre os municípios de Zapardiel de la Ribera e Candeleda, é o Pico Almançor, com 2 592 m. A cordilheira está classificada como parque regional (um tipo de área protegida espanhola) e é uma dos subsistemas montanhosos mais extensos do Sistema Central ibérico, composto de cinco vales fluviais: Alto Tormes, Alto Alberche, Tiétar Oriental, Tiétar Ocidental e La Vera, e Vale do Ambroz. Em volta dos seus maciços graníticos situam-se quatro comunidades autónomas: Castela e Leão, Estremadura, Castela-La Mancha e Madrid. Estende-se desde San Martín de Valdeiglesias a leste, a Hervás a oeste, ao longo de aproximadamente 120 km; e do vale do Tormes a norte, até ao vale do Tiétar, junto a Madrigal de la Vera e Candeleda, a sul, ao longo de aproximadamente 30 km. O seu relevo agreste serviu de refúgio à tribo celta mais meridional, os vetões, e a outros rebeldes históricos, como El Empecinado, no início do século XIX, ou os maquis (guerrilheiros antifranquistas) em meados do século XX. A serra divide-se em três setores: o oriental, até à falha do Puerto del Pico, próximo de Cuevas del Valle, o central, até à falha de Plasencia e Puerto de Tornavacas, junto à localidade do mesmo nome, e o ocidental, até ao vale do Ambroz e a Serra de Béjar. 
xsd:nonNegativeInteger 110 
xsd:integer 1937631 
xsd:nonNegativeInteger 12862 
xsd:integer 40093819 

data from the linked data cloud