Samba

http://pt.dbpedia.org/resource/Samba an entity of type: Thing

O samba é um gênero musical, que deriva de um tipo de dança, de raízes africanas, surgido no Brasil e considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras. Dentre suas características originais, possui dança acompanhada por pequenas frases melódicas e refrões de criação anônima, alicerces do samba de roda nascido no Recôncavo Baiano. Apesar de ser um gênero musical resultante das estruturas musicais europeias e africanas, foi com os símbolos da cultura negra brasileira que o samba se alastrou pelo território nacional. Embora houvesse variadas formas de samba no Brasil (não apenas na Bahia, como também no Maranhão, em Minas Gerais, em Pernambuco e em São Paulo) sob a forma de diversos ritmos e danças populares regionais que se originaram do batuque, o samba como gêne
Samba 
Primeira Linha-Benedito Lacerda e Gente do Morro-Heitor dos Prazeres1930.ogg 
O QUE SERÁ DE MIM- Francisco Alves e Mário Reis 1931.ogg 
Agora é Cinza-Mario Reis-Bide e Marçal1933.ogg 
Na Pavuna-Almirante-Homero Dornelas1929.ogg 
Samba de fato 1932.ogg 
UVA DE CAMINHÃO - Carmen Miranda 1939.ogg 
Início do século XX, no Rio de Janeiro 
pink 
black 
Composto por Assis Valente. Gravação de 1939 por Carmem Miranda. 
Composto por Pixinguinha e Cícero de Almeida. Interpretação de Patrício Teixeira e Trio T.B.T. gravada em 1932. 
Gravação de 1933 por Mario Reis . Samba campeão do carnaval de 34. 
Composto por Noel Rosa e Vadico. Gravação de 1935 por Noel Rosa. 
Composição de Heitor dos Prazeres. Gravação de 1930 por Benedito Lacerda e grupo Gente do Morro. 
Gravação de 1929 por Almirante . Sucesso no carnaval de 1930. 
Gravação de 1931 por Francisco Alves e Mário Reis ). 
CarnavalBrazilRio2005.jpg 
Diversos instrumentos de cordas e variados instrumentos de percussão ; Algumas vertentes utilizam instrumentos de sopro 
Samba 
Segunda metade do século XIX, na Bahia 
Muito popular no Brasil, especialmente no Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e Bahia; bem-conhecido no exterior. 
direita 
Agora é Cinza 
Conversa de botequim 
Na Pavuna 
O que será de mim 
Primeira Linha 
Samba de fato 
Uva de caminhão 
pink 
Carnaval no Rio de Janeiro 
Bossa nova, Pagode, Samba-canção, Samba-enredo e Samba de partido-alto 
Maxixe, lundu, semba, batucada, jongo, modinha e choro 
O samba é um gênero musical, que deriva de um tipo de dança, de raízes africanas, surgido no Brasil e considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras. Dentre suas características originais, possui dança acompanhada por pequenas frases melódicas e refrões de criação anônima, alicerces do samba de roda nascido no Recôncavo Baiano. Apesar de ser um gênero musical resultante das estruturas musicais europeias e africanas, foi com os símbolos da cultura negra brasileira que o samba se alastrou pelo território nacional. Embora houvesse variadas formas de samba no Brasil (não apenas na Bahia, como também no Maranhão, em Minas Gerais, em Pernambuco e em São Paulo) sob a forma de diversos ritmos e danças populares regionais que se originaram do batuque, o samba como gênero musical é entendido como uma expressão musical urbana surgida no início do século XX na cidade do Rio de Janeiro, nas casas das chamadas "tias baianas" — migrantes da Bahia —, quando o samba de roda, entrando em contato com outros gêneros musicais populares entre os cariocas, como a polca, o maxixe, o lundu e o xote, fez nascer um gênero de caráter totalmente singular. Um marco dentro da história moderna e urbana do samba ocorreu em 1917, no próprio Rio de Janeiro, com a gravação em disco de "Pelo Telefone", considerado o primeiro samba a ser gravado no Brasil (segundo os registros da Biblioteca Nacional). O sucesso alcançado pela canção contribuiu para a divulgação e popularização do samba como gênero musical. A partir de então, esse estilo de samba urbano surgido no Rio começou a ser propagado pelo país e, no ano de 1930, foi alçado da condição "local" à de símbolo da identidade nacional brasileira. Inicialmente, foi um samba associado ao carnaval e posteriormente adquirindo um lugar próprio no mercado musical. Surgiram muitos compositores como Heitor dos Prazeres, João da Baiana, Pixinguinha, Donga e Sinhô, mas os sambas destes compositores eram amaxixados, conhecidos como sambas-maxixe. Os contornos modernos desse samba urbano carioca viriam somente no final da década de 1920, a partir de inovações em duas frentes: com um grupo de compositores dos blocos carnavalescos dos bairros do Estácio de Sá e Osvaldo Cruz e com compositores dos morros da cidade como em Mangueira, Salgueiro e São Carlos. Não por acaso, identifica-se esse formato de samba como "genuíno" ou "de raiz". A medida que o samba no Rio de Janeiro consolidava-se como uma expressão musical urbana e moderna, ele passou a ser tocado em larga escala nas rádios, espalhando-se pelos morros cariocas e bairros da zona sul do Rio de Janeiro. Inicialmente criminalizado e visto com preconceito, por suas origens negras, o samba conquistaria o público de classe média também. O samba moderno urbano surgido a partir do início do século XX, no Rio de Janeiro, tem ritmo basicamente 2/4 e andamento variado, com aproveitamento consciente das possibilidades dos estribilhos cantados ao som de palmas e ritmo batucado, e aos quais seriam acrescentados uma ou mais partes, ou estâncias, de versos declamatórios. Tradicionalmente, esse samba é tocado por instrumentos de corda (cavaquinho e vários tipos de violão) e variados instrumentos de percussão, como o pandeiro, o surdo e o tamborim. Com o passar dos anos, outros instrumentos foram sendo assimilados, e se criaram novas vertentes oriundas dessa base urbano carioca de samba, que ganharam denominações próprias, como o samba de breque, o samba-canção, a bossa nova, o samba-rock, o pagode, entre outras. Em 2005, o samba de roda se tornou um Patrimônio da Humanidade da Unesco. 
xsd:nonNegativeInteger 790 
Samba 
xsd:integer 1269 
xsd:nonNegativeInteger 70616 
xsd:integer 44946226 

data from the linked data cloud