S&M (canção)

http://pt.dbpedia.org/resource/S&M_(canção) an entity of type: Thing

"S&M" é uma canção da cantora barbadense Rihanna, gravada para o seu quinto álbum de estúdio Loud. Foi composta por Mikkel Eriksen, Tor Hermansen, Sandy Wilhelm e Ester Dean, com a produção a cargo da equipa norueguesa Stargate e Sandy Vee. A sua gravação decorreu em 2010, nos estúdios Roc the Mic em Nova Iorque, Westlake Recording Studios em Los Angeles e The Bunker Studios em Paris. O tema foi enviado para as rádios norte-americanas a 23 de Janeiro de 2011 através da Def Jam Recordings, tornando-se o terceiro single do disco. A 11 de Fevereiro, foi disponibilizado na iTunes Store de vários países, como o Brasil, Finlândia e Portugal. Mais tarde, foi ainda editado um extended play (EP) e um pacote de remisturas a partir da original. Musicalmente, a canção deriva de géneros eurodance, elec
S&M (canção) 
left 
Rihanna-S&M.ogg 
<second> 25.0 
<second> 1343.0  199.0  244.0  229.0  257.0  317.0  243.0  409.0  447.0  448.0  389.0  410.0 
Capa S&M.jpg 
S&M 
vídeo musical 
versão do álbum 
Dave Audé Club Dub 
Dave Audé Club 
Dave Audé Radio 
com Britney Spears 
Joe Bermudez Chico Club 
Joe Bermudez Chico Dub 
Joe Bermudez Chico Radio 
Sidney Samson Club 
Sidney Samson Dub 
Sidney Samson Radio 
direita 
Stargate, Sandy Vee 
"Eu não penso nela [canção] de uma forma sexual, estou a pensar numa forma metafórica. É mais numa de dizer que as pessoas podem falar.... as pessoas vão falar de nós, não podemos impedi-lo. Apenas temos que ser essa pessoa forte e saber quem nós somos na realidade para que isso não nos afecte. E eu pensei que isso era algo super admirável..." 
— Rihanna sobre a sua impressão de "S&M". 
CD single 
Descarga digital 
EP digital 
Descarga digital - single de remistura 
Pacote de remisturas 
S&M 
"S&M" 
<perCent> 30.0 
"California King Bed" 
"All of the Lights" 
Billboard 
About.com 
Digital Spy 
AOL Radio 
<second> 2828.0  443.0 
xsd:integer 2010 
Roc the Mic Studios 
The Bunker Studios 
sim 
"S&M" é uma canção da cantora barbadense Rihanna, gravada para o seu quinto álbum de estúdio Loud. Foi composta por Mikkel Eriksen, Tor Hermansen, Sandy Wilhelm e Ester Dean, com a produção a cargo da equipa norueguesa Stargate e Sandy Vee. A sua gravação decorreu em 2010, nos estúdios Roc the Mic em Nova Iorque, Westlake Recording Studios em Los Angeles e The Bunker Studios em Paris. O tema foi enviado para as rádios norte-americanas a 23 de Janeiro de 2011 através da Def Jam Recordings, tornando-se o terceiro single do disco. A 11 de Fevereiro, foi disponibilizado na iTunes Store de vários países, como o Brasil, Finlândia e Portugal. Mais tarde, foi ainda editado um extended play (EP) e um pacote de remisturas a partir da original. Musicalmente, a canção deriva de géneros eurodance, electro e dance-pop. Incorpora demonstrações das linhas dos sintetizadores de "Master and Servant" da banda inglesa Depeche Mode; o seu instrumental foi trabalhado com sintetizadores, baixo, teclado e guitarras. Liricamente, revela os prazeres sexuais da cantora como uma metáfora para atacar elementos mediáticos. Os críticos de música contemporânea fizeram diversas análises à canção após o lançamento do disco, em que alguns a denominaram como o destaque do álbum. Comentaram também a vibração electrónica e de dance-pop embutida na melodia, afirmando que "deixa claro o grande salto na carreira da cantora". Outros criticaram as investidas sexuais divulgadas abertamente na letra da canção. Alcançou a primeira posição na ARIA Singles Chart da Austrália, Canadian Hot 100 do Canadá e ZPAV da Polónia. Nos Estados Unidos, chegou ao segundo lugar na Billboard Hot 100, no entanto, com as vendas combinadas de uma versão remisturada com vocais de Britney Spears, tornou-se o décimo número um de Rihanna e o quinto de Spears no país. Posteriormente a Australian Recording Industry Association (ARIA) certificou o single com seis discos de platina e a Recording Industry Association of America (RIAA) com quatro. O vídeo musical, dirigido por Melina Matsoukas, estreou a 1 de Novembro de 2011 através do serviço VEVO. O tema retratado passa, em parte, uma espécie de resposta por Rihanna aos críticos depreciativos, além de actos sadomasoquistas e fetiches softcore. É expressa a metáfora da luta de uma celebridade contra os elementos dos média, contando com a participação do blogueiro Perez Hilton. O projecto foi banido em alguns países, sendo que era apenas transmitido à noite por algumas estações de televisão. Posteriormente ao lançamento do teledisco, o tema foi reeditado no Reino Unido e intitulado como "Come On" para as reproduções durante o período diurno. Os críticos elogiaram o uso de cores vibrantes e a sensualidade embutida no trabalho. O fotógrafo David LaChapelle entrou com uma acção judicial alegando que o vídeo incorpora ideias das suas fotografias. O caso acabou por ser resolvido em consenso com uma quantia de dinheiro não revelada. A faixa recebeu várias interpretações ao vivo como parte da sua divulgação, inclusive durante as cerimónias de entrega de prémios Brit Awards e Billboard Music Awards de 2011, além da sua inclusão no alinhamento na terceira parte da digressão mundial Last Girl on Earth Tour, e ainda durante toda a edição da The Loud Tour e Diamonds World Tour. "S&M" fez parte da Femme Fatale Tour de Britney Spears após o lançamento da remistura oficial de colaboração. 
xsd:nonNegativeInteger 321 
S&M 
xsd:integer 2989799 
xsd:nonNegativeInteger 91142 
xsd:integer 44639129 

data from the linked data cloud