Sítio do Picapau Amarelo

http://pt.dbpedia.org/resource/Sítio_do_Picapau_Amarelo

Sítio do Picapau Amarelo é uma série de 23 volumes de fantasia, escrita pelo autor brasileiro Monteiro Lobato entre 1920 e 1947. A obra tem atravessado gerações e geralmente representa a literatura infantil do Brasil. O conceito foi introduzido de um livro anterior de Lobato, A Menina do Narizinho Arrebitado (1920), a história sendo mais tarde republicada como o primeiro capítulo de Reinações de Narizinho (1931), que é o livro que serve de propulsor à série de Sítio do Picapau Amarelo. Precedentemente, Lobato já havia publicado os volumes O Saci (Paulista1921), Fábulas (1922), As aventuras de Hans Staden (1927) e Peter Pan (1930).
Sítio do Picapau Amarelo 
#1874CD 
Várias 
Fábulas 
Peter Pan 
O Saci 
A Chave do Tamanho 
A Reforma da Natureza 
Aritmética da Emília 
As Aventuras de Hans Staden 
Caçadas de Pedrinho 
Dom Quixote das Crianças 
Emília no País da Gramática 
Geografia de Dona Benta 
História das Invenções 
História do Mundo para as Crianças 
Histórias Diversas 
Histórias de Tia Nastácia 
Memórias da Emília 
O Minotauro 
O Picapau Amarelo 
O Poço do Visconde 
Os Doze Trabalhos de Hércules 
Reinações de Narizinho 
Serões de Dona Benta 
Viagem ao Céu 
Sítio do Picapau Amarelo 
Brasil 
xsd:integer 1920 
xsd:integer 26 
Sítio do Picapau Amarelo é uma série de 23 volumes de fantasia, escrita pelo autor brasileiro Monteiro Lobato entre 1920 e 1947. A obra tem atravessado gerações e geralmente representa a literatura infantil do Brasil. O conceito foi introduzido de um livro anterior de Lobato, A Menina do Narizinho Arrebitado (1920), a história sendo mais tarde republicada como o primeiro capítulo de Reinações de Narizinho (1931), que é o livro que serve de propulsor à série de Sítio do Picapau Amarelo. Precedentemente, Lobato já havia publicado os volumes O Saci (Paulista1921), Fábulas (1922), As aventuras de Hans Staden (1927) e Peter Pan (1930). O cenário principal é um sítio, batizado com o nome de Picapau Amarelo, de onde vem o título da série, onde mora Dona Benta, uma velha de mais de sessenta anos que vive em companhia de sua neta Lúcia, ou Narizinho como todos dizem e a empregada Tia Nastácia. Narizinho tem como amiga inseparável uma boneca de pano velho chamada Emília, feita por Tia Nastácia. Em um dos capítulos de Reinações de Narizinho, Emília começa a falar graças á pílula falante do Doutor Caramujo, um médico afamado do Reino das águas claras, um palácio que fica no fundo do ribeirão do sítio. Durante as férias escolares, Pedrinho, primo de Narizinho, passa uma temporada de aventuras no Sítio. Juntos, eles desfrutam de aventuras explorando fantasia, descoberta e aprendizagem. Em várias ocasiões, eles deixam o sítio para explorar outros mundos, como a Terra do Nunca, a mitológica da Grécia Antiga, um mundo subaquático conhecido como Reino das Águas Claras, e o espaço exterior. Sítio também tem sido adaptado diversas vezes desde os anos 50, para filmes em live-action e séries de televisão, sendo as produções da Rede Globo de 1977-1986 e 2001-2007 as mais populares. Globo detém os direitos de Sítio do Picapau Amarelo e é a última editora dos livros, por meio de sua divisão editorial da Editora Globo. 
xsd:nonNegativeInteger 219 
Sítio do Picapau Amarelo 
xsd:integer 144264 
xsd:nonNegativeInteger 21008 
xsd:integer 44561299 

data from the linked data cloud