São Sisto (título cardinalício)

http://pt.dbpedia.org/resource/São_Sisto_(título_cardinalício)

O título cardinalício de São Sisto tem uma gênese controversa. Segundo Kirsch e Duchesse, teria sido intitulado Crescentianae, enumerado no sínodo romano de 1 de março de 499, provavelmente correspondente à Basílica Crescenziana mencionado no Liber Pontificalis e fundada pelo Papa Anastácio I. Discordante, Cristofori acredita que o título de São Sisto foi estabelecido em 590 pelo Papa Gregório I para substituir o de Tigridae, estabelecida em torno de 112 pelo Papa Evaristo.A igreja titular deste titulus é San Sisto Vecchio.
São Sisto (título cardinalício) 
Coat of arms of Marian Jaworski.svg 
São Sisto 
sim 
xsd:integer
xsd:integer 499 
O título cardinalício de São Sisto tem uma gênese controversa. Segundo Kirsch e Duchesse, teria sido intitulado Crescentianae, enumerado no sínodo romano de 1 de março de 499, provavelmente correspondente à Basílica Crescenziana mencionado no Liber Pontificalis e fundada pelo Papa Anastácio I. Discordante, Cristofori acredita que o título de São Sisto foi estabelecido em 590 pelo Papa Gregório I para substituir o de Tigridae, estabelecida em torno de 112 pelo Papa Evaristo. A igreja titular deste titulus é San Sisto Vecchio. 
instituído pelo papa Anastácio I ou pelo Papa Gregório I 
xsd:nonNegativeInteger 181 
xsd:integer 3071480 
xsd:nonNegativeInteger 4849 
xsd:integer 41397174 

data from the linked data cloud