Rodovia Transamazônica

http://pt.dbpedia.org/resource/Rodovia_Transamazônica

A Rodovia Transamazônica (BR-230) é uma rodovia brasileira, criada durante o governo do presidente Emílio Garrastazu Médici (1969 a 1974), sendo uma das chamadas "obras faraônicas" devido às suas proporções enormes, realizadas pelo regime militar.É a terceira maior rodovia do Brasil, com 4 223 km de comprimento, ligando a cidade de Cabedelo, na Paraíba à Lábrea, no Amazonas, cortando sete estados brasileiros: Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amazonas.
Rodovia Transamazônica 
BR-230.svg 
xsd:integer 27 
Br-230mapa.jpg 
Rodovia Transamazônica 
pública 
Leste 
Oeste 
xsd:integer 4223 
BR-230 
xsd:integer 18 
BR-230 
Oeste 
BR-230.svg 
Leste 
No período de outubro a março, o trecho da rodovia entre Itupiranga, no Pará e Lábrea, no Amazonas, fica intransitável por causa das chuvas por não ser totalmente pavimentado. 
A Rodovia Transamazônica (BR-230) é uma rodovia brasileira, criada durante o governo do presidente Emílio Garrastazu Médici (1969 a 1974), sendo uma das chamadas "obras faraônicas" devido às suas proporções enormes, realizadas pelo regime militar. É a terceira maior rodovia do Brasil, com 4 223 km de comprimento, ligando a cidade de Cabedelo, na Paraíba à Lábrea, no Amazonas, cortando sete estados brasileiros: Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amazonas. É classificada como rodovia transversal. Em grande parte, principalmente no Pará e no Amazonas, a rodovia ainda não é totalmente pavimentada. 
xsd:nonNegativeInteger 201 
xsd:integer 67702 
xsd:nonNegativeInteger 9004 
xsd:integer 44878170 

data from the linked data cloud