Rebelião Taiping

http://pt.dbpedia.org/resource/Rebelião_Taiping an entity of type: Thing

A Rebelião Taiping (1851-1864) foi um dos conflitos mais sangrentos da história, um confronto entre as forças da China imperial e um grupo inspirado por um místico autoproclamado, chamado Hong Xiuquan (ou Hung Hsiu-ch’uan) (1813-1864), que se dizia cristão e também intitulava-se irmão de Jesus Cristo. Seu objetivo era criar uma nova cultura, substituindo a tradição confucionista e budista por algo "novo" - moldado conforme às suas ideias.
Rebelião Taiping 
xsd:integer 25 
Dezembro de 1850 a Agosto de 1864 
xsd:integer 100000  340000  1000000  2000000 
xsd:integer 350 
xsd:integer
P Simkins, G Jukes, & M Hickey 
Batalha do Rio Azul 
China 
pg. 123 
Osprey Publishing 
Vitória da Dinastia Manchu, Queda do Reino Celestial Taiping e Enfraquecimento da dinastia Manchu 
The First World War: The War To End All Wars 
Cerca de 400 000 soldados mortos 
Mais de 56 000 soldados mortos 
xsd:integer 2003 
xsd:integer 25 
Aliados: 
25pxDinastia Qing 
25pxFrança 
25pxReino Celestial Taiping 
25pxReino Unido 
Aliados: 
Vitória da Dinastia Manchu, Queda do Reino Celestial Taiping e Enfraquecimento da dinastia Manchu 
1 000 000 a 3 000 000 de rebeldes 
100 000 do sexo feminino 
2 000 000 a 5 000 000 Exército regular 
340 000 milícia 
Batalha do Rio Azul 
Rebelião Taiping 
A Rebelião Taiping (1851-1864) foi um dos conflitos mais sangrentos da história, um confronto entre as forças da China imperial e um grupo inspirado por um místico autoproclamado, chamado Hong Xiuquan (ou Hung Hsiu-ch’uan) (1813-1864), que se dizia cristão e também intitulava-se irmão de Jesus Cristo. Seu objetivo era criar uma nova cultura, substituindo a tradição confucionista e budista por algo "novo" - moldado conforme às suas ideias. A rebelião começou na província de Guangxi e estendeu-se rapidamente pela região do Rio Azul. Em 19 de março de 1853, os rebeldes tomaram Nanquim e fizeram daquela cidade a capital de seu movimento. Posteriormente, desfecharam um ataque malsucedido contra a Pequim. As tropas imperiais foram auxiliadas por militares ingleses e mercenários estadunidenses e esmagaram a revolta reconquistando Nanquim, num cerco onde pereceu Hong Xiuquan. A Dinastia Qing, no entanto, jamais se restabeleceu da guerra civil e a ideologia dos revoltosos de Taiping — um misto de cristianismo e teorias radicais de igualdade social — influenciou grupos revolucionários posteriores, inclusive o Partido Comunista Chinês. Calcula-se que entre 30 e 50 milhões de pessoas morreram em consequência direta do conflito. Aliás, no período compreendido entre 1850 e 1873, a população da China foi reduzida em mais de 60 milhões de pessoas, como resultado de rebeliões, guerras, da seca e da fome. 
xsd:nonNegativeInteger 71 
Rebelião Taiping 
xsd:integer 61515 
xsd:nonNegativeInteger 7368 
xsd:integer 44935838 

data from the linked data cloud