Queda do homem

http://pt.dbpedia.org/resource/Queda_do_homem

Nas religiões Abraâmicas, a Queda do Homem (ou simplesmente a Queda) refere-se à primeira transição humana de um estado de inocência e obediência a Deus, para um estado de culpa e desobediência a Deus. Na crença original dessas religiões os primeiros seres humanos, Adão e Eva, viviam com Deus em um paraíso, mas são enganadas ou tentados por outra criatura a comer frutos de uma árvore que Deus lhes tinha proibido comer. Quando o fizeram, eles sentem vergonha sobre sua nudez e são, consequentemente, expulsos do paraíso. A queda não é mencionada pelo nome na Bíblia ou no Alcorão, mas a história de rebeldia e de expulsão é recontada nas duas de maneiras diferentes.
Queda do homem 
xsd:integer 15 
xsd:integer
Romanos 
xsd:integer 12  21 
Nas religiões Abraâmicas, a Queda do Homem (ou simplesmente a Queda) refere-se à primeira transição humana de um estado de inocência e obediência a Deus, para um estado de culpa e desobediência a Deus. Na crença original dessas religiões os primeiros seres humanos, Adão e Eva, viviam com Deus em um paraíso, mas são enganadas ou tentados por outra criatura a comer frutos de uma árvore que Deus lhes tinha proibido comer. Quando o fizeram, eles sentem vergonha sobre sua nudez e são, consequentemente, expulsos do paraíso. A queda não é mencionada pelo nome na Bíblia ou no Alcorão, mas a história de rebeldia e de expulsão é recontada nas duas de maneiras diferentes. Entre Cristianismo, Gnosticismo, Islamismo e Judaísmo as interpretações da Queda podem variar. No Cristianismo, em particular a Queda do Homem pode se referir a todas as implicações teológicas para a humanidade extraídas do pecado de Adão e Eva, como os ensinamentos bíblicos de Paulo, registrados em Romanos 5:12-19 e 1Coríntios 15:21-22. Alguns cristãos acreditam que a queda degenerou todo o mundo natural, incluindo a natureza humana e fazendo com que o ser humano nasça em pecado, o que os torna incapazes de alcançar a vida eterna sem a intervenção da graça de Deus. Os protestantes acreditam que a morte de Jesus foi o "resgate" pelo qual o homem se tornou para sempre livre dos pecados que começaram com a queda, e outras denominações acreditam que este ato tornou possível para o homem a ser livre, mas sem necessariamente garantir tal liberdade. Fica, porém, para muitos a questão: e aqueles que viveram antes de Jesus? Segundo os cristãos, como para Deus não há um tempo cronológico, mas na verdade os acontecimentos para ele são atemporais, tanto a Queda do Homem quanto a Morte de Jesus aconteceram "ao mesmo tempo", fazendo com que todos os seres humanos que viveram antes de Jesus também fossem salvos por ele. 
xsd:nonNegativeInteger 22 
xsd:integer 1501230 
xsd:nonNegativeInteger 2433 
xsd:integer 35034799 

data from the linked data cloud