Ptolemeu I Sóter

http://pt.dbpedia.org/resource/Ptolemeu_I_Sóter an entity of type: Thing

Ptolomeu I Sóter (em grego Πτολεμαίος Σωτήρ, transl. Ptolemaíos Sōtér; 366 – 283 a.C.) foi um general macedónio de Alexandre, o Grande que se tornou sátrapa do Egito de 323 a.C. a 283 a.C., fundando a Dinastia Ptolemaica.Em 321 a.C,[carece de fontes] Ptolomeu tomou como esposa Eurídice, filha de Antípatro, com quem teve os principes Ptolemeu Cerauno, Meleagro, Argeu, Lisandra e Ptolemaida.
Ptolemeu I Sóter 
Dinastia ptolemaica 
Alexandre IV da Macedónia 
Lago 
Irene 
Argeu 
Arsínoe II 
Com Berenice I: 
Com Eurídice: 
Com Taís: 
Filotera 
Leontico 
Ptolemai 
Ptolemeu II Filadelfo: 
Ptolemy I Soter Louvre Ma849.jpg 
xsd:integer 200 
Busto de Ptolemeu I Sóter, no Museu do Louvre, em Paris 
Fundador do Egito ptolemaico 
Ptolemeu I Sóter 
"Eleito de Rá, amado de Amon" 
Ptulemis ou Ptolomeus 
Ptwlmys 
Stpn-ra mery-jmn 
G39-N5:. 
nswt*bity 
Ptwlemys 
Setepenrá-meriamon 
Stp-n-Rˁ Mr-Jmn 
ptlwmys 
Ptolomeu I Sóter (em grego Πτολεμαίος Σωτήρ, transl. Ptolemaíos Sōtér; 366 – 283 a.C.) foi um general macedónio de Alexandre, o Grande que se tornou sátrapa do Egito de 323 a.C. a 283 a.C., fundando a Dinastia Ptolemaica. Tomou o título de rei a partir de 305 a.C., instituindo então o culto dinástico do rei-salvador (Sóter), de acordo com a tradição dos Faraós egípcios. Recusou-se a pagar tributo ao rei da Macedónia, sucessor de Alexandre Magno. Fundou um império poderoso que, sem conquistas territoriais, manteve um reconhecido esplendor econômico e cultural, firmado em novas e eficazes formas administrativas. Instituiu a capital de sua dinastia em Alexandria, hoje a segunda maior cidade do Egito e uma das cinco maiores cidades da África, cidade fundada por seu predecessor, Alexandre. Nos últimos anos do seu reinado, exerceu co-regência com o filho, seu herdeiro real. Implantou o culto de Serápis e fundou a cidade de Ptolemaida, no Alto Egito. Sua mãe era Arsinoé da Macedónia, filha de Meleagro, filho de Bocros, filho de Amintas I da Macedónia, descendente de Héracles. Seu pai, oficialmente, era o nobre macedónio Lago (daí o nome de Lágidas, também dado à dinastia que fundou),[carece de fontes] mas, segundo diziam os macedônios no século II d.C., seu pai era Filipe II da Macedónia, pois sua mãe estava grávida quando casou-se com Lago. Ptolomeu foi um dos generais de maior confiança de Alexandre, o Grande, sendo um dos sete (guardas do corpo) que o deveriam defender. Era alguns anos mais velho que Alexandre e supõe-se que fosse seu amigo desde a infância, tendo, provavelmente, feito parte do grupo de nobres adolescentes macedónios discípulos de Aristóteles. Teria participado com Alexandre desde as primeiras campanhas, tendo tido um papel importante nas últimas, no Afeganistão e na Índia. Teria sido um dos três oficiais que salvaram a vida ao seu líder na cidade dos Oxidracas. Nas festividades matrimoniais, em Susa, a 324 a.C., Alexandre o fez casar com a princesa persa Artacama, mas o casamento acabou logo após a morte de Alexandre. Ptolemeu casou-se com Taís de Atenas, a famosa hetaira (cortesã) ateniense, companheira de Alexandre nas suas campanhas. De Ptolomeu, Thaïs teve 3 filhos, Lagos, Leontisco e Irene, que se casaria com o rei Eunostos de Soli, um pequeno reino no Chipre. Em 321 a.C,[carece de fontes] Ptolomeu tomou como esposa Eurídice, filha de Antípatro, com quem teve os principes Ptolemeu Cerauno, Meleagro, Argeu, Lisandra e Ptolemaida. Em 316 a.C, Ptolomeu se casou com sua concubina e também prima de Eurídice, Berenice I, que seria sua esposa principal e futura rainha. Com Berenice, Ptolomeu foi pai de Ptolomeu II Filadelfo, Arsínoe II e Filotera, e adotou [carece de fontes] os filhos de Berenice de seu primeiro casamento, Magas de Cirene, Antígona e possivelmente Texena, como príncipes da Casa Real Macedônia. 
xsd:nonNegativeInteger 181 
Ptolemeu I Sóter 
Fundador doEgito ptolemaico 
xsd:integer 193354 
xsd:nonNegativeInteger 19940 
xsd:integer 44191732 

data from the linked data cloud