Processo do vocalismo átono do português europeu

http://pt.dbpedia.org/resource/Processo_do_vocalismo_átono_do_português_europeu

O processo do vocalismo átono (PVA), ou processo de elevação e recuo (centralização) do vocalismo átono, é um dos aspectos mais importantes e mais marcantes da fonologia do português europeu (PE).Historicamente, o processo remonta, sem solução de continuidade, à redução do vocalismo inacentuado do latim vulgar tardio, a qual resultou no subsistema das vogais átonas das várias línguas línguas ibero-românicas ocidentais. Na sua deriva própria, o PE adquiriu características peculiares no que concerne o subsistema vocálico inacentuado, características que o viriam a diferenciar fonética e fonologicamente e de forma marcada, quer do português do Brasil como das outras línguas ibero-românicas ocidentais, como o galego, o castelhano, o leonês e o asturiano.
Processo do vocalismo átono do português europeu 
O processo do vocalismo átono (PVA), ou processo de elevação e recuo (centralização) do vocalismo átono, é um dos aspectos mais importantes e mais marcantes da fonologia do português europeu (PE). Historicamente, o processo remonta, sem solução de continuidade, à redução do vocalismo inacentuado do latim vulgar tardio, a qual resultou no subsistema das vogais átonas das várias línguas línguas ibero-românicas ocidentais. Na sua deriva própria, o PE adquiriu características peculiares no que concerne o subsistema vocálico inacentuado, características que o viriam a diferenciar fonética e fonologicamente e de forma marcada, quer do português do Brasil como das outras línguas ibero-românicas ocidentais, como o galego, o castelhano, o leonês e o asturiano. 
xsd:nonNegativeInteger 21 
xsd:integer 2236779 
xsd:nonNegativeInteger 4119 
xsd:integer 41459290 

data from the linked data cloud