Política da Tanzânia

http://pt.dbpedia.org/resource/Política_da_Tanzânia

O Tanganhica (a parte continental da actual Tanzânia) foi uma colónia alemã desde a década de 1880 até 1919, quando foi entregue ao Reino Unido, na sequência da derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial; Zanzibar, a sua parte insular, era um sultanato independente, que se tornou um protectorado britânico na mesma altura.O regime de partido único chegou ao fim em 1995, ano em que se realizaram as primeiras eleições multipartidárias no país desde a década de 1970.
Política da Tanzânia 
O Tanganhica (a parte continental da actual Tanzânia) foi uma colónia alemã desde a década de 1880 até 1919, quando foi entregue ao Reino Unido, na sequência da derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial; Zanzibar, a sua parte insular, era um sultanato independente, que se tornou um protectorado britânico na mesma altura. O Tanganhica tornou-se independente em 13 de Dezembro de 1962 e, em 26 de Abril de 1964, uniu-se ao Zanzibar para criar a República Unida da Tanzânia. Dentro do acordo de união, quando o Presidente da República é originário do continente, o Vice-Presidente é um nativo de Zanzibar. O primeiro Presidente da Tanzania foi o "Mwalimu" Julius Nyerere, igualmente Presidente do partido Chama cha Mapinduzi (que significa "Partido da Independência"). Nyerere, que se conservou no poder até 1985, conduziu o país segundo uma política denominada "Socialismo Africano", internamente designada "Ujamaa", que significa "unidade" ou "família", em KiSwahili. O regime de partido único chegou ao fim em 1995, ano em que se realizaram as primeiras eleições multipartidárias no país desde a década de 1970. 
xsd:nonNegativeInteger 25 
xsd:integer 36436 
xsd:nonNegativeInteger 1330 
xsd:integer 16732275 

data from the linked data cloud