Partitas, BWV 825–830

http://pt.dbpedia.org/resource/Partitas,_BWV_825–830

As Partitas, BWV 825–830, são um conjunto de seis suítes de cravo escritas por Johann Sebastian Bach, e publicadas entre 1726 e 1730, em Leipzig, sob o título da primeira parte dos trabalhos publicados durante a sua vida, e que se chamaram: Clavierübung. Elas foram as últimas das suas suites compostas para teclado as outras sendo, as Seis Suites Inglesas, BWV 806-811 e as Seis Suites Francesas, BWV 812-817.
Partitas, BWV 825–830 
As Partitas, BWV 825–830, são um conjunto de seis suítes de cravo escritas por Johann Sebastian Bach, e publicadas entre 1726 e 1730, em Leipzig, sob o título da primeira parte dos trabalhos publicados durante a sua vida, e que se chamaram: Clavierübung. Elas foram as últimas das suas suites compostas para teclado as outras sendo, as Seis Suites Inglesas, BWV 806-811 e as Seis Suites Francesas, BWV 812-817. As partitas, que foram publicadas na primeira parte da publicação de quatro partes total do Clavierübung, durante a vida de Bach, são consideradas o sumo do exercício da técnica extrema da composição de Bach para o teclado. Embora Bach não teve a intenção que as partitas fossem tocadas no órgão, já houve vários organistas que assim tentaram. Donald Saltz, crítico de música barroca, escreveu que o órgão tem a tendência de ter a grandiosidade no seu som, e muito da música de Bach para o cravo de manual duplo é de uma delicadeza e técnica imensa, fazendo com que o órgão abafe a essência do som, as minuciosas técnicas tão repletas de ornamentações que Bach escreve para o cravo. 
xsd:nonNegativeInteger 32 
xsd:integer 1951704 
xsd:nonNegativeInteger 7559 
xsd:integer 43781890 

data from the linked data cloud