PIIGS

http://pt.dbpedia.org/resource/PIIGS

PIGS é uma acrônimo pejorativo originalmente usado na imprensa de língua inglesa, sobretudo britânica, para designar o conjunto das economias de Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha (Spain em inglês). Em inglês o acrônimo significa "porcos", animais por vezes usado em caricaturas para ilustrar a má performance econômica dos 5 países. A expressão "economias porcinas" é também usada. Expressões similares, como the Olive Belt (o cinturão da azeitona) ou "Club Med", também foram aplicados ao mesmo (ou quase o mesmo) agrupamento de países do sul da Europa, durante a crise econômica de 2008-2009, quando as economias de Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha foram consideradas particularmente vulneráveis, em razão do alto ou crescente endividamento e do alto deficit público em relaçã
PIIGS 
PIGS é uma acrônimo pejorativo originalmente usado na imprensa de língua inglesa, sobretudo britânica, para designar o conjunto das economias de Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha (Spain em inglês). Em inglês o acrônimo significa "porcos", animais por vezes usado em caricaturas para ilustrar a má performance econômica dos 5 países. A expressão "economias porcinas" é também usada. Expressões similares, como the Olive Belt (o cinturão da azeitona) ou "Club Med", também foram aplicados ao mesmo (ou quase o mesmo) agrupamento de países do sul da Europa, durante a crise econômica de 2008-2009, quando as economias de Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha foram consideradas particularmente vulneráveis, em razão do alto ou crescente endividamento e do alto deficit público em relação ao PIB. Em Setembro de 2008 o uso do acrónimo pelo jornal Financial Times levou ao protesto de empresários espanhóis e do ministro português da economia, Manuel Pinho. Mas já antes havia sido usado por publicações como a Newsweek, The Economist ou o jornal The Times. No final de 2011, a Irlanda foi também incluída no lote, e o acrônimo PIGS ganhou mais um "I".(menos frequentemente, o I também se referia à economia da Irlanda). Mais recentemente, o próprio Reino Unido também foi associado ao acrônimo, que, por isso, ganhou mais um G, transformando-se em PIIGGS. O termo original data de meados da década de 1990 quando foi usado para se referir às economias do sul da Europa. Durante a crise financeira de 2008-2009 era utilizado especialmente quando se tratava de dívida soberana e deficit público, considerando-se que essas economias se caracterizam pelo altos níveis de endividamento e de deficit público em relação ao PIB, ainda que, em geral, sejam comparáveis ao restante da Eurozona. Como a lista de economias com problemas não parou de crescer, um novo acrônimo foi cunhado pela imprensa anglo-saxônica - STUPIDs - de modo a incluir Espanha, Turquia, Grã-Bretanha, Portugal, Irlanda e Dubai. 
xsd:nonNegativeInteger 43 
xsd:integer 1940372 
xsd:nonNegativeInteger 8473 
xsd:integer 44946404 

data from the linked data cloud