Olivia de Havilland

http://pt.dbpedia.org/resource/Olivia_de_Havilland an entity of type: Thing

Olivia Mary de Havilland (Tóquio, 1 de julho de 1916) é uma premiada atriz britânico-americana nascida no Japão e hoje radicada na França. Uma das mais respeitáveis estrelas da chamada "Era de Ouro de Hollywood", é uma dentre as poucas que foram contempladas em mais de uma ocasião com o Oscar de melhor atriz.
Olivia de Havilland 
left 
xsd:double 1.63 
xsd:integer 1946  1948  1949  1986 
— 
Jane Wyman 
Olivia de Havilland 
por A cova da serpente 
por Aconteceu comigo 
por Alma em suplício 
por Belinda 
por Este povo alegre 
por Hamlet 
por Narciso negro e Um estranho na escuridão 
xsd:integer 210 
xsd:integer 1935 
Cena romântica com Errol Flynn em As aventuras de Robin Hood; 
Olivia de Havilland no papel de Lady Marian em As aventuras de Robin Hood ; 
De Havilland & Flynn em outra cena de As aventuras de Robin Hood. 
Marcus Goodrich 
Pierre Galante 
Olivia de Havilland 
Gloria Swanson 
por A malvada 
por Ambiciosa 
por Crepúsculo dos deuses 
por Nascida ontem 
por Tarde demais 
por The Two Mrs. Grenvilles 
por À margem da vida 
Olivia de Havilland. 
vertical 
xsd:integer 14 
The_Adventures_of_Robin_Hood_1938_Trailer.jpg 
Olivia_de_Havilland_in_The_Adventures_of_Robin_Hood_trailer.JPG 
Olivia_de_Havilland_and_Errol_Flynn_in_The_Adventures_of_Robin_Hood_trailer.JPG 
Olivia_de_Havilland_Publicity_Photo_1940s.jpg 
Tóquio, Japão 
Americana 
Britânica 
Francesa 
Olivia de Havilland 
Olivia Mary de Havilland 
Livvie 
Sweet Olivia 
xsd:integer 20 
Categoria: 20px Cinema 
Estrela na Calçada da Fama de Hollywood 
*A cova da serpente 
*Tarde demais 
Coppa Volpi de melhor atriz no Festival de Veneza 
Fita de Prata de melhor atriz estrangeira 
Localização: Hollywood Blvd, 6762 
Medalha Nacional das Artes 
Melhor atriz pelo National Board of Review 
Melhor atriz pelo Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York 
xsd:integer 230 
National Board of Review de melhor atriz 
Coppa Volpi de melhor atriz no Festival de Veneza 
Oscar de melhor atriz 
Globo de Ouro de melhor atriz em filme dramático 
Fita de prata de melhor atriz estrangeira 
por A cova da serpente 
por Anastácia - o mistério de Ana 
por Só resta uma lágrima 
por Tarde demais 
Prêmio de melhor atriz do Círculo dos críticos de cinema de Nova York 
xsd:integer 200 
Melhor atriz 
*Só resta uma lágrima 
*Tarde demais 
*Anastácia - o mistério de Ana 
*Tarde demais 
Melhor atriz - drama 
Melhor atriz coadjuvante em televisão 
xsd:integer 14 
xsd:gYear 2009 
xsd:gYear 1935 
Livvie 
Sweet Olivia 
Olivia Mary de Havilland 
0000014 
Livvie 
Sweet Olivia 
Catherine Sloper em Tarde demais 
Emmy Brown em A porta de ouro 
Imperatriz Maria Feodorovna em Anastacia 
Josephine "Jody" Norris em Só resta uma lágrima 
Melanie Hamilton-Wilkes em E o vento levou 
Miriam Deering em Com a maldade na alma 
Virginia Stuart Cunningham em A cova da serpente 
Rachel Sangalletti Ashley em Eu te matarei, querida 
Lady Marian Fitzwalter em As aventuras de Robin Hood 
Olivia Mary de Havilland (Tóquio, 1 de julho de 1916) é uma premiada atriz britânico-americana nascida no Japão e hoje radicada na França. Uma das mais respeitáveis estrelas da chamada "Era de Ouro de Hollywood", é uma dentre as poucas que foram contempladas em mais de uma ocasião com o Oscar de melhor atriz. Filha da também atriz Lillian Fontaine, sua irmã mais nova, Joan de Havilland, conhecida mundialmente pelo nome artístico de Joan Fontaine, tornou-se, a exemplo da própria Olivia, uma das mais admiradas estrelas do cinema, ambas permanecendo até a presente data como as únicas irmãs a terem sido premiadas com o Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Olivia ficou conhecida pela parceria com o astro Errol Flynn, co-estrelando com ele oito filmes, sendo o mais notório As aventuras de Robin Hood ("The Adventures of Robin Hood", 1938), tido como um dos maiores clássicos dentre os filmes de aventura. Mas foi sua performance indicada ao Oscar como Melanie Hamilton Wilkes no épico ...E o vento levou ("Gone with the Wind", 1939) que instantaneamente a colocou nos anais da história do cinema, fazendo com que a atriz ficasse marcada como o símbolo da doçura nos filmes americanos, atribuindo-lhe uma imagem da qual ela própria tentou se desvincular na esperança de obter papéis mais desafiadores e assim provar que a sua capacidade artística lhe permitia ir mais além, fato que foi confirmado na década de 40 em seus desempenhos subsequentes, que, por sua vez, acabaram rendendo-lhe dois Oscars de melhor atriz, pelos filmes Só resta uma lágrima ("To Each His Own", 1946) e Tarde demais ("The Heiress", 1949), além de ter sido indicada ao prêmio também por A porta de ouro ("Hold Back the Dawn", 1941) e A cova da serpente ("The Snake Pit", 1948, tido pela atriz como o filme favorito de sua carreira); dentre as honrarias a ela concedidas também incluem-se a estrela na Calçada da Fama de Hollywood, que recebeu em 1960 graças a sua contribuição à indústria cinematográfica, a Medalha Nacional das Artes, concedida pelo presidente americano George W. Bush em 2008, e também a Legião de Honra, com a qual foi condecorada pelo presidente francês Nicolas Sarkozy em 2010, aos 94 anos de idade. Olivia de Havilland, sem dúvidas, deve ter a sua importância reconhecida não apenas pelo seu talento como atriz, mas também por ter se tornado uma defensora pioneira dos direitos de atores e atrizes, tendo sido criada, graças a ela, uma lei que leva o seu nome, validada com o objetivo de assegurar aos mesmos importantes direitos que estes devem ter como garantia. Em 1999 ela foi nomeada uma das 500 grandes lendas do cinema pelo American Film Institute. Atualmente vive em Paris, capital francesa, e é uma das últimas estrelas da era de ouro hollywoodiana ainda vivas. 
Olivia de Havilland. 
xsd:nonNegativeInteger 567 
Olivia de Havilland 
xsd:integer 281847 
xsd:nonNegativeInteger 71323 
xsd:integer 44981540 

data from the linked data cloud