Normativa oficial do galego

http://pt.dbpedia.org/resource/Normativa_oficial_do_galego

A Normativa oficial do galego inclui as normas oficiais para a escrita da língua galega, e portanto a variedade padrão desta língua.O Estatuto de Autonomia da Galiza dotou os poderes públicos galegos da competência com referência à língua galega. A 17 de Novembro de 1982 a Junta da Galiza estabeleceu que existiria uma norma de uso oficial para o ensino e que excluiria das ajudas econômicas os textos não publicados na "normativa oficial", em clara referência ao reintegracionismo.Uma nova edição do Dicionário da RAG foi publicada em 1997, contendo cerca de 25 000 verbetes.
Normativa oficial do galego 
A Normativa oficial do galego inclui as normas oficiais para a escrita da língua galega, e portanto a variedade padrão desta língua. O Estatuto de Autonomia da Galiza dotou os poderes públicos galegos da competência com referência à língua galega. A 17 de Novembro de 1982 a Junta da Galiza estabeleceu que existiria uma norma de uso oficial para o ensino e que excluiria das ajudas econômicas os textos não publicados na "normativa oficial", em clara referência ao reintegracionismo. A 3 de Julho de 1982, a Real Academia Galega e o Instituto da Língua Galega aprovaram em sessão conjunta as Normas Ortográficas e Morfológicas do Idioma Galego (NOMIG). Em Abril de 1983, a Junta da Galiza publicou o “Decreto de Normalização da Língua Galega” (Decreto de Normativización da Lingua Galega), que consagrava estas normas como modelo para a escrita da língua galega. A variedade padrão, fixada entre Real Academia Galega (RAG) e o Instituto da Língua Galega (ILG), incluía inicialmente apenas indicações morfológicas e ortográficas. Porém, as Normas Ortográficas e Morfológicas do Idioma Galego, publicadas em 1983 e aplicadas no dicionário da RAG de 1997, incluíam umas trinta mil palavras. Em 1990 a RAG e o ILG complementaram as normas com a publicação do Dicionário da Língua Galega, com 12.000 entradas, que constituía assim a normativa sobre o léxico (as Normas só tratam da ortografia e da morfologia). Com a publicação do VOLG em 2004 foram definidas de fato também as normas léxicas. A Lei de normalização lingüística, aprovada pelo Parlamento da Galiza em 15 de Junho de 1983, estabeleceu a Real Academia Galega como autoridade para a normalização do galego. Em 1995 modificaram-se parcialmente as NOMIG: por sugestão do Conselho Cientista do ILG (11 de Novembro de 1994), o Plenário da RAG ratificou estas leves modificações a 25 de Fevereiro de 1995. O novo texto foi publicado em maio e teve valor imediato, sem precisar de aprovação por parte do governo galego, que foi simplesmente informado. Uma nova edição do Dicionário da RAG foi publicada em 1997, contendo cerca de 25 000 verbetes. 
xsd:integer 2096555 
xsd:integer 36915250 
xsd:nonNegativeInteger 65 
xsd:nonNegativeInteger 5854 

data from the linked data cloud