Nebulosa da Águia

http://pt.dbpedia.org/resource/Nebulosa_da_Águia

A Nebulosa da Águia (Messier 16, NGC 6611) é um jovem aglomerado estelar aberto localizado na constelação de Serpente. O objeto foi descoberto pelo astrônomo francês Jean-Philippe de Chéseaux em 1745-46 e seu nome deriva da forma que sua nuvem interestelar protoestelar em torno do aglomerado, que lembra uma águia. A fotografia tomada da nebulosa pelo Telescópio Espacial Hubble tomada no início de abril de 1995 ficou conhecida como os "Pilares da Criação", e mostra pilares de gás estelar e poeira contida na nebulosa.
Nebulosa da Águia 
Serpens constellation map.png 
Serpens 
xsd:integer 1746 
Stellar spire eagle nebula.jpg 
xsd:integer 43 
xsd:integer 173 
Nebulosa da Águia 
Messier 16, NGC 6611, IC 4703 
xsd:integer 12 
−13° 47′ 
xsd:integer 18 
xsd:integer
xsd:integer 7000 
xsd:double 6.4 
A Nebulosa da Águia (Messier 16, NGC 6611) é um jovem aglomerado estelar aberto localizado na constelação de Serpente. O objeto foi descoberto pelo astrônomo francês Jean-Philippe de Chéseaux em 1745-46 e seu nome deriva da forma que sua nuvem interestelar protoestelar em torno do aglomerado, que lembra uma águia. A fotografia tomada da nebulosa pelo Telescópio Espacial Hubble tomada no início de abril de 1995 ficou conhecida como os "Pilares da Criação", e mostra pilares de gás estelar e poeira contida na nebulosa. Situa-se aproximadamente 7 000 anos-luz em relação à Terra e sua magnitude aparente é igual a 6,4, sendo fracamente visível a olho nu, mesmo em excelentes condições de observação. É um sistema relativamente jovem, em termos astronômicos, com apenas 5,5 milhões de anos. 
xsd:nonNegativeInteger 84 
−8,21 
xsd:integer 158211 
xsd:nonNegativeInteger 9031 
xsd:integer 43462990 

data from the linked data cloud