Navio de linha

http://pt.dbpedia.org/resource/Navio_de_linha

O navio de linha ou nau de linha era um tipo de navio de guerra, considerado veloz em seu tempo e tático como as atuais fragatas e fragatins e em serviço desde o século XVII até meados do século XIX. Este tipo de navio era simplesmente um navio suficientemente forte e bem armado que destinava-se a ser empregue em linha de batalha - tática naval na qual duas linhas de navios adversários manobravam de modo a poderem usar o maior número possível dos seus canhões. Como estes combates eram, normalmente, ganhos, pelos navios com maior poder de fogo - tanto em número de canhões como no seu calibre - foram construídas naus de linha cada vez maiores, que se tornaram os navios mais poderosos do seu tempo.
Navio de linha 
O navio de linha ou nau de linha era um tipo de navio de guerra, considerado veloz em seu tempo e tático como as atuais fragatas e fragatins e em serviço desde o século XVII até meados do século XIX. Este tipo de navio era simplesmente um navio suficientemente forte e bem armado que destinava-se a ser empregue em linha de batalha - tática naval na qual duas linhas de navios adversários manobravam de modo a poderem usar o maior número possível dos seus canhões. Como estes combates eram, normalmente, ganhos, pelos navios com maior poder de fogo - tanto em número de canhões como no seu calibre - foram construídas naus de linha cada vez maiores, que se tornaram os navios mais poderosos do seu tempo. De observar que este tipo de navio era, normalmente, referido na Marinha Portuguesa, simplesmente como "nau", que não deve ser confundida com a nau dos Descobrimentos e do Renascimento - esta também conhecida como "nau redonda". Outras marinhas designavam os navios de linha com termos alternativos como "vaso de guerra" ou simplesmente "vaso", "navio de linha de batalha", "navio de batalha" ou simplesmente "navio". Nalgumas marinhas, estes termos passaram a designar, no final do século XIX, os couraçados. A partir do final da década de 1840, a introdução da propulsão a vapor levou à construção de navios de linha propulsados a hélice, que mantinham os seus cascos em madeira. Alguns navios à vela já existentes, foram posteriormente, adaptados com a instalação deste tipo de propulsão. A introdução dos navios couraçados no final da década de 1860 levou ao rápido declínio do navio de linha. 
xsd:nonNegativeInteger 122 
xsd:integer 390313 
xsd:nonNegativeInteger 20981 
xsd:integer 44052762 

data from the linked data cloud