Nassau (Bahamas)

http://pt.dbpedia.org/resource/Nassau_(Bahamas)

Nassau ([nɐˈsaw]; [naˈsaw]; [ˈnæsɔː]) é a capital e maior cidade e centro comercial das Bahamas. A cidade tem uma população de 248.948 (censo de 2010), 70% de toda a população das Bahamas (353.658). O Aeroporto Internacional Lynden Pindling, o maior aeoroporto das Bahamas, está situado a cerca de 16 quilômetros a oeste do centro da cidade de Nassau e possui voos diários para as principais cidades dos Estados Unidos, Canadá, Caribe e Reino Unido. A cidade está situada na ilha de Nova Providência, que é praticamente o centro financeiro e comercial. Nassau é o local do Parlamento e de vários departamentos judiciais, e era considerada em tempos idos como bastião de piratas.
Nassau (Bahamas) 
xsd:integer 265 
xsd:integer 216 
xsd:integer 524 
xsd:integer 2007 
xsd:integer 283 
xsd:integer 246 
xsd:integer 1555 
xsd:integer 34 
xsd:integer 215 
xsd:integer 162 
xsd:integer 569 
xsd:integer 232 
xsd:integer 170 
xsd:integer 517 
National Weather Service 
xsd:integer 228 
xsd:integer 168 
xsd:integer 547 
xsd:integer 299 
xsd:integer 250 
xsd:integer 1143 
xsd:integer 295 
xsd:integer 245 
xsd:integer 929 
xsd:double 25.0667 
Nassau 
xsd:double -77.3333 
xsd:integer 277 
xsd:integer 231 
xsd:integer 656 
xsd:integer 246 
xsd:integer 199 
xsd:integer 538 
yes 
xsd:integer 225 
xsd:integer 179 
xsd:integer 685 
xsd:integer 248 
xsd:integer 204 
xsd:integer 1091 
xsd:integer 264 
xsd:integer 228 
xsd:integer 1758 
yes 
xsd:integer 2006 
Noite em Nassau 
Bf-map.png 
Nassau 
xsd:integer 210832 
Nassau ([nɐˈsaw]; [naˈsaw]; [ˈnæsɔː]) é a capital e maior cidade e centro comercial das Bahamas. A cidade tem uma população de 248.948 (censo de 2010), 70% de toda a população das Bahamas (353.658). O Aeroporto Internacional Lynden Pindling, o maior aeoroporto das Bahamas, está situado a cerca de 16 quilômetros a oeste do centro da cidade de Nassau e possui voos diários para as principais cidades dos Estados Unidos, Canadá, Caribe e Reino Unido. A cidade está situada na ilha de Nova Providência, que é praticamente o centro financeiro e comercial. Nassau é o local do Parlamento e de vários departamentos judiciais, e era considerada em tempos idos como bastião de piratas. O crescimento moderno de Nassau começou no final do século XVIII, com a chegada de milhares de legalistas americanos e seus escravos para as Bahamas, após a Guerra Revolucionária Americana. Muitos deles se estabeleceram em Nassau (que era a capital comercial das Bahamas) e, finalmente, vieram a superar em quantidade/número os habitantes originais. À medida que a população de Nassau crescia, o mesmo ocorreu com suas áreas habitadas. Hoje a cidade domina completamente a ilha e seu satélite, a Ilha Paraíso. Porém, até à época pós-Segunda Guerra Mundial, os subúrbios eram raros. A maior parte de Nova Providência era mato sem cultivo antes da recolonização dos Lealistas na sequência da Guerra da Independência Americana: fundaram várias colônias agrícolas, como as de Clifton e Tusculum. Eram usados escravos. Depois de 1807, ano em que os Britânicos aboliram o comércio internacional de escravos, eles reestabeleceram milhares de Africanos liberados dos navios negreiros pela Marinha Real em Nova Providência (na vila de Adelaide e Gambier), junto com outras ilhas, como Grand Bahama, Exuma, Ábaco e Inagua. Além disso, escravos liberados de navios norte-americanos, como em 1841 no caso Crioulo, foram autorizados a estabelecer aqui. Historicamente a maior concentração de Africanos viveu nos subúrbios "Over-the-Hill" de Grants Town e Bain Town até ao sul da cidade de Nassau, enquanto a maioria dos habitantes de ascendência Europeia vivia no norte da ilha nos cumes da orla costeira. 
xsd:nonNegativeInteger 94 
xsd:integer 23800 
xsd:nonNegativeInteger 18920 
xsd:integer 44863613 

data from the linked data cloud