Modelo nórdico

http://pt.dbpedia.org/resource/Modelo_nórdico

O modelo nórdico (ou capitalismo nórdico ou social-democracia nórdica) refere-se aos modelos econômicos e sociais dos países nórdicos (Dinamarca, Islândia, Noruega, Suécia e Finlândia), que envolve a combinação de uma economia de livre mercado com um estado de bem-estar social.
Modelo nórdico 
O modelo nórdico (ou capitalismo nórdico ou social-democracia nórdica) refere-se aos modelos econômicos e sociais dos países nórdicos (Dinamarca, Islândia, Noruega, Suécia e Finlândia), que envolve a combinação de uma economia de livre mercado com um estado de bem-estar social. Embora existam diferenças significativas entre os países nórdicos, todos eles compartilham alguns traços comuns: suporte para um estado de bem-estar social universalista (em relação a outros países desenvolvidos ), que é voltado especificamente para melhorar a autonomia individual, promovendo a mobilidade social e assegurando a prestação universal de direitos humanos básicos; e a estabilização da economia. O modelo nórdico se distingue de outros tipos de estados de bem-estar por sua ênfase na participação da força de trabalho, promovendo igualdade de gênero, igualitarismo social, extensos níveis de benefícios, grande magnitude de redistribuição da riqueza e uso liberal da política fiscal expansionista. A combinação nórdica de uma extensa oferta pública de bem-estar e individualismo tem sido descrita por Lars Tragardh, do Ersta Sköndal University College, como um individualismo estatista. Às vezes confundido pelos norte-americanos como socialista e simultaneamente criticado pelos escandinavos como excessivamente capitalista, o modelo nórdico poderia ser melhor descrito como uma espécie de meio-termo. Não é nem totalmente capitalista nem totalmente socialista, é a tentativa de fundir os elementos mais desejáveis de ambos em um sistema "híbrido". Em 2013, o The Economist declarou que os países nórdicos "são provavelmente os mais bem governados do mundo". O relatório World Happiness Report 2013 da ONU mostra que as nações mais felizes estão concentradas no Norte da Europa, com a Dinamarca no topo da lista. Os nórdicos possuem a mais alta classificação no PIB real per capita, a maior expectativa de vida saudável, a maior liberdade de fazer escolhas na vida e a maior generosidade. O modelo nórdico, contudo, não é um conjunto idêntico de políticas e regras em todos os países, cada um dos países nórdicos tem seus próprios modelos económicos e sociais, por vezes com grandes diferenças em relação a seus vizinhos. Alguns países nórdicos, por exemplo, fizeram experiências com mecanismos de livre mercado nos últimos 20 anos. A política neoliberal da Suécia, como a redução do papel do setor público ao longo das últimas décadas, resultou no crescimento mais rápido na desigualdade de qualquer economia dentro da OCDE No entanto, a Suécia continua a ser mais igualitária do que a maioria das sociedades. 
xsd:nonNegativeInteger 36 
xsd:integer 4159701 
xsd:nonNegativeInteger 8649 
xsd:integer 44740738 

data from the linked data cloud