Maomé III de Granada

http://pt.dbpedia.org/resource/Maomé_III_de_Granada

Abu Abd Allah Muhammad Ibn Muhammad (Granada, 15 de agosto de 1257 — Almuñecar, 21 de janeiro de 1314) foi o terceiro rei nasrida de Granada, que reinou entre 1302 e 1309 como Maomé III e foi alcunhado de al-Makhlu ("o deposto") devido a ter sido obrigado a abdicar a favor do seu irmão Nasr.
Maomé III de Granada 
xsd:integer 1302  1309 
Menéndez Pidal 
Maomé III de Granada 
Abu Abd Allah Muhammad Ibn Muhammad 
Maomé II 
Historia de España 
VIII: El Reino Nazarí de Granada 
xsd:integer 1302 
Destronado pelo irmão 
Abu Abd Allah Muhammad Ibn Muhammad (Granada, 15 de agosto de 1257 — Almuñecar, 21 de janeiro de 1314) foi o terceiro rei nasrida de Granada, que reinou entre 1302 e 1309 como Maomé III e foi alcunhado de al-Makhlu ("o deposto") devido a ter sido obrigado a abdicar a favor do seu irmão Nasr. Suedeu no trono granadino ao seu pai Maomé II de Granada, continuando a mesma política externa, ao continuar com as campanhas militares contra o Reino de Castela, o que lhe permitiu tomar a localidade de Bedmar, após o que assinou um tratado como outra potência peninsular, o Reino de Aragão. Tentou também consolidar as suas relações amistosas com os merínidas, apoiando o seu sultão Abu Yaqub através do envio de tropas que colaboraram no assédio merínida a Tlemcen, na atual Argélia. Estas relações amistosas com aragoneses e merínidas esfriaram rapidamente quando Maomé III decide, em 1303, fazer um pacto de paz com o rei castelhano Fernando IV durante três anos, a quem rendeu vassalagem comprometendo-se a pagar um avultado tributo anuak. Este movimento político deu origem à assinatura da Paz de Ágreda entre o rei aragonês Jaime II e o Fernando IV de Castela. Depois de sufocar a rebelião encabeçada pelo váli de Guadix, o seu parente Abu al-Hachach ben Nasr, Maomé III, viu assegurada a sua posição na península e passou a centrar a sua atenção no Norte de África. Em 1306 armou uma poderosa frota que tomou Ceuta e depois de expulsar os até então aliados merínidas, proclamou-se "Senhor de Ceuta". A importância estratégica desta cidade levou os castelhanos, aragoneses e merínidas a formar uma aliança tríplice contra Granada, na qual as três potências acordaram após a derrota dos nasridas Aragão anexaria Almeria, Castela tomaria posse de Algeciras e Gibraltar, e os merínidas recuperariam Ceuta. Esta aliança desencadeou uma conspiração encabeçada por Nasr, o irmão de Maomé, que destronou este. Maomé foi desterrado para Almuñecar, onde morreu em 1314. 
xsd:nonNegativeInteger 31 
xsd:integer 3897048 
xsd:nonNegativeInteger 3198 
xsd:integer 37043545 

data from the linked data cloud