Manmohan Singh

http://pt.dbpedia.org/resource/Manmohan_Singh an entity of type: Thing

Manmohan Singh, ਮਨਮੋਹਨ ਸਿੰਘ na escrita gurmukhi मनमोहन सिंह na escrita devanagari do Punjabe, (Gah, 26 de setembro de 1932) foi o 13º Primeiro-ministro da Índia, pertence ao Partido do Congresso e é de religião sikh, sendo o primeiro não-hindu a chefiar o governo indiano. Singh assumiu o cargo de Primeiro-ministro em 2004, por indicação de Sonia Gandhi, e implantou várias reformas sócio-econômicas nos anos que se seguiram. Na política externa, destaca-se por seu posicionamento em prol dos Estados Unidos, tendo ampliado as relações entre os dois países.
Manmohan Singh 
xsd:integer 2004 
Prime Minister Manmohan Singh in WEF ,2009.jpg 
xsd:integer 20 
xsd:integer 22 
Manmohan Singh 
मनमोहन सिंह 
xsd:integer 13 
13.ºPrimeiro-ministrodaÍndia 
Manmohan Singh, ਮਨਮੋਹਨ ਸਿੰਘ na escrita gurmukhi मनमोहन सिंह na escrita devanagari do Punjabe, (Gah, 26 de setembro de 1932) foi o 13º Primeiro-ministro da Índia, pertence ao Partido do Congresso e é de religião sikh, sendo o primeiro não-hindu a chefiar o governo indiano. Singh assumiu o cargo de Primeiro-ministro em 2004, por indicação de Sonia Gandhi, e implantou várias reformas sócio-econômicas nos anos que se seguiram. Na política externa, destaca-se por seu posicionamento em prol dos Estados Unidos, tendo ampliado as relações entre os dois países. Nascido no Punjab, Singh migrou com a família para a Índia em 1947. Graduou-se em Economia em Cambridge e concluiu seu doutorado em Oxford; ambas universidades britânicas. Na década de 1960, foi funcionário das Nações Unidas, tendo se aproximado da política quando Lalit Narayan Mishra o designou como Conselheiro do Ministério de Comércio Exterior. Durante os anos 1970 e 1980, Singh atuou em vários organismos do Governo de seu país; foi Conselheiro Econômico, presidente do Banco da Reserva e integrou a Comissão de Planejamento de Mishra. Em 1991, quando o país passava por uma forte crise financeira, o então primeiro-ministro P. V. Narasimha Rao convidou Singh para assumir o Ministério das Finanças - foi o fato que marcou sua entrada definitiva na política. No governo Rao, apesar da forte oposição, Singh liderou um processo de reforma financeira de relativo sucesso. Embora sua ações tenham rendido grande apoio popular, seu partido não foi bem-sucedido nas eleições parlamentares de 1996. Consequentemente, durante o governo de Atal Bihari Vajpayee, Singh desempenhou o cargo de Líder da Oposição no Rajya Sabha. Em 2004, Sonia Gandhi, líder da Aliança Progressista Unida (UPA), indicou Singh para assumir o cargo de primeiro-ministro num ato histórico do país. Singh conduziu reformas no legislativo e desenvolveu projetos de inclusão social, especialmente no que diz respeito à população do interior. No plano externo, mantém uma conduta de boas relações com Ocidente e Oriente, principalmente com os Estados Unidos. Em 2008, sua oposição ao acordo nuclear proposto pelos Estados Unidos causou o afastamento dos partidos esquerdistas. Singh, porém, manteve sua popularidade perante o povo indiano. Um ponto negativo de seu governo, porém, foram as tensões diplomáticas com o Oriente Médio causadas pelos ataques terroristas à Bombaim. 
xsd:nonNegativeInteger 118 
Manmohan Singh 
मनमोहन सिंह 
xsd:integer 180208 
xsd:nonNegativeInteger 9271 
xsd:integer 43636197 

data from the linked data cloud