M.I.A.

http://pt.dbpedia.org/resource/M.I.A. an entity of type: Thing

Mathangi Maya Arulpragasam (em tâmil: மாதங்கி 'மாயா' அருள்பிரகாசம்) (Londres, 18 de Julho de 1975), mais conhecida como M.I.A. (seu nome é uma brincadeira com Missing In Action), é uma artista, ativista, cineasta, cantora e compositora britânica, de origem tâmil (Sri Lanka). As suas composições combinam elementos da música eletrônica, música alternativa, dança, hip hop e world music. M.I.A. começou sua carreira em 2000 como artista plástica, designer e cineasta no Leste de Londres, antes de começar sua carreira musical em 2002. Alcançando destaque no início de 2004 com seus singles "Sunshowers" e "Galang" traçando pelo Reino Unido e Canadá alcançando na Billboard Hot Dance Singles Sale a 11ª posição, ela já foi nomeada ao Oscar, dois Grammy Awards e dois Mercury Prize.
M.I.A. 
xsd:integer 50 
Maya 
xsd:integer 2000 
cantor_solo 
xsd:integer 250 
MIA em 2009. 
M.I.A. 
Mathangi Maya Arulpragasam 
xsd:integer 270 
cantor_solo 
MIA em 2009. 
Mathangi Maya Arulpragasam 
Maya 
Mathangi Maya Arulpragasam (em tâmil: மாதங்கி 'மாயா' அருள்பிரகாசம்) (Londres, 18 de Julho de 1975), mais conhecida como M.I.A. (seu nome é uma brincadeira com Missing In Action), é uma artista, ativista, cineasta, cantora e compositora britânica, de origem tâmil (Sri Lanka). As suas composições combinam elementos da música eletrônica, música alternativa, dança, hip hop e world music. M.I.A. começou sua carreira em 2000 como artista plástica, designer e cineasta no Leste de Londres, antes de começar sua carreira musical em 2002. Alcançando destaque no início de 2004 com seus singles "Sunshowers" e "Galang" traçando pelo Reino Unido e Canadá alcançando na Billboard Hot Dance Singles Sale a 11ª posição, ela já foi nomeada ao Oscar, dois Grammy Awards e dois Mercury Prize. Ela lançou seu álbum de estreia, "Arular" em 2005, seu segundo álbum "Kala" em 2007 que fora muito aclamado pela crítica. Arular entrou nas paradas da Bélgica, Suécia, Japão, Noruega e nos EUA onde alcançou 16 no Billboard Album Chart Top Independent e número 3 no Dance/Electronic Albums Chart. Kala foi certificado de prata no Reino Unido, de ouro no Canadá e nos Estados Unidos , onde liderou o Dance/Electronic Albums Chart, ele também entrou em vários países da Europa, no Japão e na Oceania. O primeiro single do álbum "Boyz" alcançou Top 10 no Canadá e no Billboard Hot Dance Songs. O terceiro single do álbum "Paper Planes" entrou no Top 20 mundial e chegou ao número quatro no Billboard Hot 100. "Paper Planes" foi certificado de ouro na Nova Zelândia e três vezes disco e platina no Canadá e nos EUA, a partir de novembro de 2011 foi classificada como a sétima maior canção da era digital feita por um artista britânico. Tornou-se o 2º maior single da XL Recordings até o momento. O terceiro álbum de M.I.A., "Maya" estilizado ///Y/ foi lançado em 2010 logo após a controvérsia acerca do curta-metragem "Born Free". Este foi o álbum que alcançou melhores posições nos charts ao redor do mundo, alcançando número nove nos EUA e ficando em primeiro novamente no Dance/Eletronic Albums. Também estreou no Top 10 da Finlândia, Noruega, Grécia e Canadá. O single "XXXO" alcançou Top 40 no Reino Unido, Bélgica e Espanha. M.I.A. já lançou quatro turnês mundiais, passando no Brasil somente com uma delas, a Arular Tour em 2005 M.I.A. performou no Tim Festival no Rio de Janeiro e São Paulo ao lado de um inusitado dueto com Deise Tigrona e é fundadora da sua própria gravadora multimídia, a NEET Recordings. Primeiras composições da M.I.A. foram feitas com o Roland MC-505, posteriormente seu trabalho foi marcado pela evolução de seu som, com texturas em camadas de instrumentos, eletrônica e samples sonoros incomuns para formar seu aclamado e distintivo estilo de música avant garde. Liricamente incorporando uma gama de referências políticas, sociais, filosóficas e culturais que tem desafiado as convicções existentes de música pop. M.I.A. foi um dos primeiros artistas a ganhar público através da internet depois de postar muitas de suas canções em sites como o MySpace. M.I.A. é filantropo e humanitária fora de sua carreira musical. Em 2002 recebeu uma nomeação ao "Alternative Turner Prize" pela sua arte. Ela é a única artista na história a ser nomeada para um Oscar Grammy, Brit Awards, Mercury Prize e Alternative Turner Prize e o primeiro artista de origem asiática a ser nomeada para um Oscar e Grammy no mesmo ano. Em 2005, MIA foi a artista do ano pela URB e M.I.A. é apontada como uma dos artistas de definem a década dos anos 2000 pela revista Rolling Stone na sua lista de "Melhores da Década". A revista Esquire classificou M.I.A. como uma das 75 pessoas mais influentes do século 21 e a renomada revista Time nomeou M.I.A. umas das pessoas mais influentes do mundo. M.I.A. ganhou fama em 2005 ao englobar funk carioca em sua música. 
xsd:nonNegativeInteger 120 
M.I.A. 
xsd:integer 1124700 
xsd:nonNegativeInteger 17044 
xsd:integer 43898570 

data from the linked data cloud