Lotófagos

http://pt.dbpedia.org/resource/Lotófagos

Na mitologia grega, os Lotófagos são um povo que vivia numa ilha perto do Norte de África. O seu nome advém de se alimentarem das flores e frutos da planta de lotos (ou lótus), existente nessa ilha em quantidade apreciável. Estas plantas são narcóticas, causando um sono pacífico aos habitantes da ilha.
Lotófagos 
Na mitologia grega, os Lotófagos são um povo que vivia numa ilha perto do Norte de África. O seu nome advém de se alimentarem das flores e frutos da planta de lotos (ou lótus), existente nessa ilha em quantidade apreciável. Estas plantas são narcóticas, causando um sono pacífico aos habitantes da ilha. Na Odisseia de Homero, Ulisses e os seus companheiros desembarcam na ilha dos lotófagos. Então são enviados três homens (um arauto e dois companhas) para investigar a ilha. Esses homens começam a fazer o que os nativos faziam: comer o fruto do lotos. Isto fez com que eles se esquecessem de abandonar a ilha. Finalmente, Ulisses conseguiu levar os três homens para o navio e amarrou-os aos seus assentos para que não voltassem à ilha. A chegada ao país dos Lotófagos é um dos exemplos mais frisantes da indómita criatividade de Homero, assim como do seu entusiasmo pela vida e compreensão da natureza humana. A ingestão do lotos provocava amnésia e este esquecimento é uma ambição antiga: abre a possibilidade de começar de novo, de renascer, de apagar o passado. O caráter misterioso do lotos terá servido na perfeição aos propósitos de Homero, cujo auditório escutaria tal história como se fosse realidade. E essa flor é apenas um de entre os muitos objectos mágicos que abundam na Odisseia: Helena tem um droga calmante, trazida do Egito, que faz parar o sofrimento e a dor (IV, 219-232); Circe tem uma poção que transforma os homens em porcos; e, contra os seus efeitos, Hermes dá a Ulisses o môlu, a planta de raiz negra e de flor branca, muito dura para arrancar e que o deve preservar de todos os sortilégios e que por vezes é comparada à mandrágora (X, 302-306). Em Homero, o mágico, o belo e o exótico estão em todo o lado. 
xsd:nonNegativeInteger 20 
xsd:integer 124915 
xsd:nonNegativeInteger 2028 
xsd:integer 41479807 

data from the linked data cloud