Leonel Brizola

http://pt.dbpedia.org/resource/Leonel_Brizola an entity of type: Thing

Leonel de Moura Brizola (Carazinho, 22 de janeiro de 1922 — Rio de Janeiro, 21 de junho de 2004) foi um engenheiro civil e político brasileiro.Lançado na vida pública por Getúlio Vargas, foi o único político eleito pelo povo para governar dois estados diferentes (Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro) em toda a história do Brasil. Exerceu também a presidência de honra da Internacional Socialista.Foi prefeito de Porto Alegre, deputado estadual e governador do Rio Grande do Sul, deputado federal pelo Rio Grande do Sul e pelo extinto estado da Guanabara, e duas vezes governador do Rio de Janeiro.
Leonel Brizola 
xsd:integer 1956  1959  1983  1991 
sim 
sim 
Dezembro de 2008 
abril de 2012 
maio de 2012 
Leonel Brizola.jpg 
xsd:integer
xsd:integer 14 
xsd:integer 15 
xsd:integer 29 
até 1 de abril de 1994 
até 15 de março de 1987 
até 25 de março de 1963 
até 29 de dezembro de 1958 
até cassado pelo Ato Institucional N.1 em 9/04/1964 
Rio de Janeiro, 
eiro 
Carazinho, 
Leonel Brizola 
Leonel de Moura Brizola 
sim 
xsd:integer 23 
xsd:integer 26 
xsd:integer 53 
xsd:integer 55 
Deputado federal pela Guanabara 
Nenhum 
Vice-governador 
Vice-prefeito 
53° GovernadordoRio de Janeiro 
55° GovernadordoRio de Janeiro 
Leonel de Moura Brizola (Carazinho, 22 de janeiro de 1922 — Rio de Janeiro, 21 de junho de 2004) foi um engenheiro civil e político brasileiro. Lançado na vida pública por Getúlio Vargas, foi o único político eleito pelo povo para governar dois estados diferentes (Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro) em toda a história do Brasil. Exerceu também a presidência de honra da Internacional Socialista. Nascido no vilarejo de Cruzinha, hoje interior de Carazinho, então pertencente ao município de Passo Fundo, era filho de camponeses migrados de Sorocaba. Batizado como Itagiba de Moura Brizola, cedo adotou o nome de um líder maragato da Revolução de 1923, Leonel Rocha. Foi prefeito de Porto Alegre, deputado estadual e governador do Rio Grande do Sul, deputado federal pelo Rio Grande do Sul e pelo extinto estado da Guanabara, e duas vezes governador do Rio de Janeiro. Sua influência política no Brasil durou aproximadamente cinquenta anos, inclusive enquanto exilado pelo Golpe de 1964, contra o qual foi um dos líderes da resistência. Por duas vezes foi candidato a presidente do Brasil pelo PDT, partido que fundou em 1980, não conseguindo ser eleito. Morreu aos 82 anos de idade, vitimado por problemas cardíacos. Em concurso realizado pelo SBT e pela BBC de Londres em 2012, foi eleito um dos 100 maiores brasileiros de todos os tempos, ocupando a 47ª posição. Em 29 de dezembro de 2015 foi inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília. 
xsd:nonNegativeInteger 448 
Leonel Brizola 
xsd:integer 15017 
xsd:nonNegativeInteger 54077 
xsd:integer 44859180 

data from the linked data cloud