Latrão

http://pt.dbpedia.org/resource/Latrão

Latrão (em italiano: Laterno ou Laterano), designa um local no rione Monti, no centro da cidade de Roma e todo um magistral complexo arquitetônico que inclui o Palácio Laterano, o Obelisco Laterano, o Batistério e a Basílica de São João de Latrão.A Santa Sé tem soberania sobre o local, apesar de situado fora dos muros do Estado da Cidade do Vaticano, em decorrência do Tratado e da Concordata de Latrão (ou Lateranense) de 11 de Fevereiro de 1929, assinado com a República Italiana, com o aditamento de 18 de Fevereiro de 1984.
Latrão 
Latrão (em italiano: Laterno ou Laterano), designa um local no rione Monti, no centro da cidade de Roma e todo um magistral complexo arquitetônico que inclui o Palácio Laterano, o Obelisco Laterano, o Batistério e a Basílica de São João de Latrão. A Santa Sé tem soberania sobre o local, apesar de situado fora dos muros do Estado da Cidade do Vaticano, em decorrência do Tratado e da Concordata de Latrão (ou Lateranense) de 11 de Fevereiro de 1929, assinado com a República Italiana, com o aditamento de 18 de Fevereiro de 1984. Durante o Império Romano, no local havia uma propriedade da família dos Lateranos (latim: Laterani), que ali construiu um palácio, derivando daí o nome atual. Os Lateranos serviram como administradores para diversos imperadores; Lúcio Sêxtio Laterano foi o primeiro plebeu a ser designado cônsul. Um dos Lateranos, também designado cônsul, Pláucio Laterano, ficou famoso por ter sido acusado por Nero de conspiração contra o Imperador: acusação que resultou em confisco e distribuição de suas propriedades por volta do ano 60. Juvenal menciona o palácio, e fala que era dotado de alguma magnificência, regiae aedes Lateranorum. Algum resquício das construções originais ainda resiste nos muros da cidade exteriormente à Porta de São João e um largo corredor, decorado com pinturas, foram descobertos no século XVIII junto à Basílica, atrás da Capela Lancellotti. Outros traços, menos significantes, apareceram durante escavações feitas em 1880, quando obras de ampliação estavam em andamento. No ano de 161 o Marco Aurélio construiu ali um palácio. Em 226, Septímio Severo devolveu uma parte das propriedades dos Lateranos. Não se sabe se incluiu o palácio. Sabe-se que o Palácio Laterano encontrava-se em posse do Imperador Constantino, O Grande enquanto casado com sua segunda esposa, Fausta, irmã de Maxêncio. Ficou conhecido na época como Casa de Fausta (em latim: Domus Faustae), e, posteriormente foi doado por Constantino ao Bispo de Roma. 
xsd:nonNegativeInteger 99 
xsd:integer 128505 
xsd:nonNegativeInteger 7421 
xsd:integer 44911471 

data from the linked data cloud