Língua gaélica escocesa

http://pt.dbpedia.org/resource/Língua_gaélica_escocesa

A língua gaélica escocesa (Gàidhlig na h-Albann) chegou à Escócia no século V, quando os celtas provenientes do norte da Irlanda se instalaram na costa ocidental, levando uma variedade do gaélico que substituiu a antiga língua dos pictos falada na região até então (daí a semelhança com o gaélico irlandês e da Ilha de Man).
Língua gaélica escocesa 
A língua gaélica escocesa (Gàidhlig na h-Albann) chegou à Escócia no século V, quando os celtas provenientes do norte da Irlanda se instalaram na costa ocidental, levando uma variedade do gaélico que substituiu a antiga língua dos pictos falada na região até então (daí a semelhança com o gaélico irlandês e da Ilha de Man). Posteriormente, as assimilações linguísticas provenientes dos anglo-saxões e dos vikings relegaram cada vez mais o idioma, até que por volta de 1500, durante o reinado de Tiago IV, criaram-se nas Hébridas as escolas de bardos, que foram um reduto para a cultura e o idioma gaélico, fortemente reprimido durante séculos. Atualmente é falado por cerca de 60 mil pessoas nas regiões setentrionais da Escócia. Embora menos de 2% da população escocesa - de um total de 5,1 milhões - fale esse idioma, para os que falam há vários jornais e programas de rádio disponíveis. Actualmente o Parlamento da Escócia está discutindo uma lei para que o gaélico escocês seja uma das línguas oficiais da Escócia, juntamente com o inglês. 
xsd:nonNegativeInteger 32 
xsd:integer 217474 
xsd:nonNegativeInteger 3372 
xsd:integer 44984437 

data from the linked data cloud