Juramento de Supremacia

http://pt.dbpedia.org/resource/Juramento_de_Supremacia

O Juramento de Supremacia (em inglês: Oath of Supremacy), imposto pelo Ato de Supremacia de 1559, estabelecia que qualquer pessoa que assumisse cargo público ou eclesiástico na Inglaterra, jurasse lealdade ao monarca como Chefe Supremo da Igreja da Inglaterra. Não fazê-lo seria considerado traição. O juramento foi posteriormente estendido para incluir membros do Parlamento e alunos de universidades.Texto do Juramento, como publicado em 1559:Parte do texto do Juramento viria a inspirar o Juramento de Cidadania dos Estados Unidos da América.
Juramento de Supremacia 
O Juramento de Supremacia (em inglês: Oath of Supremacy), imposto pelo Ato de Supremacia de 1559, estabelecia que qualquer pessoa que assumisse cargo público ou eclesiástico na Inglaterra, jurasse lealdade ao monarca como Chefe Supremo da Igreja da Inglaterra. Não fazê-lo seria considerado traição. O juramento foi posteriormente estendido para incluir membros do Parlamento e alunos de universidades. Texto do Juramento, como publicado em 1559: Os Católicos Romanos que se recusaram a prestar Juramento de Supremacia, por exemplo, Santo Thomas More, foram indiciados por traição, sob a acusação de praemunire, ou seja, desprezarem o Soberano. Essas pessoas eram geralmente executados. O juramento foi originalmente imposto por Henrique VIII através do Ato de Supremacia de 1534. Esta lei foi posteriormente revogada por Maria I e reintegrado por Isabel I. Parte do texto do Juramento viria a inspirar o Juramento de Cidadania dos Estados Unidos da América. 
xsd:nonNegativeInteger 18 
xsd:integer 2301114 
xsd:nonNegativeInteger 2258 
xsd:integer 40919063 

data from the linked data cloud