John Byrne

http://pt.dbpedia.org/resource/John_Byrne

John Byrne (West Bromwich, 6 de julho de 1950) é um famoso desenhista e roteirista de histórias em quadrinhos inglês naturalizado canadense. O trabalho pelo qual ficou mais conhecido foi sua fase na revista X-Men durante os anos 80, mas já trabalhou com as dos principais super-heróis dos quadrinhos norte-americanos. Outros trabalhos notáveis foram na revista do Superman e do Quarteto Fantástico. Nas histórias do X-Men lançou a Tropa Alfa, grupo de super-heróis canadenses que perseguia seu ex-membro Wolverine. O cuidado especial de Byrne com esse personagem, aliás, ajudou-o a que se transformasse num dos maiores heróis Marvel do novo século. Enquanto assumiu o Quarteto Fantástico tratou de substituir o Coisa pela Mulher-Hulk, outra de suas personagens favoritas, a quem dedicou até uma Graph
John Byrne 
John Byrne.JPG 
britânico 
canadense 
West Bromwich, Midlands Ocidental, Inglaterra, Reino Unido 
John Lindley Byrne 
Eagle Awards 
Inkpot Award, 1980. 
Melhor Desenhista, 1993. 
Melhor Quadrinhista, 1978, 1979. 
Squiddy Award 
Quarteto Fantástico 
Superman 
X-Men 
Next Men 
John Byrne (West Bromwich, 6 de julho de 1950) é um famoso desenhista e roteirista de histórias em quadrinhos inglês naturalizado canadense. O trabalho pelo qual ficou mais conhecido foi sua fase na revista X-Men durante os anos 80, mas já trabalhou com as dos principais super-heróis dos quadrinhos norte-americanos. Outros trabalhos notáveis foram na revista do Superman e do Quarteto Fantástico. Nas histórias do X-Men lançou a Tropa Alfa, grupo de super-heróis canadenses que perseguia seu ex-membro Wolverine. O cuidado especial de Byrne com esse personagem, aliás, ajudou-o a que se transformasse num dos maiores heróis Marvel do novo século. Enquanto assumiu o Quarteto Fantástico tratou de substituir o Coisa pela Mulher-Hulk, outra de suas personagens favoritas, a quem dedicou até uma Graphic novel. John Byrne gosta de inserir sensualidade em seus desenhos, tendo esse gosto atingido o máximo com a série da Mulher-Hulk, na qual explorou toda essa qualidade inerente da personagem. Quando trabalhou com os X-Mens, "esquentou" o relacionamento de Ciclope e da Garota Marvel (na época chamada de Fênix). A repercussão positiva fez com que tentasse fazer o mesmo ao assumir outros personagens tradicionais, que até então não recebiam esse típo de abordagem em função do rígido Controle de Ética dos quadrinhos americanos (Comics Code Authority): ao desenhar o Hulk, casou Bruce Banner com Betty Ross; na série do Capitão América, criou algumas candidatas a namoradas do herói; Namor e a Mulher Invisível tiveram realçadas as respectivas sensualidades. Byrne também tentou explorar a homossexualidade no universo dos super-heróis. O exemplo mais lembrado é o de Estrela Polar, membro da Tropa Alfa. Todavia, na época o artista não conseguiu explorar essa ideia, por pressões editoriais. Somente nos quadrinhos atuais o herói canadense finalmente assumiu sua orientação sexual. Na célebre reestruturação do Superman, lançou a personagem da policial Maggie Sawyer, explicitamente homossexual. Durante os anos 90, Byrne criou vários personagens como Next Men e Danger Unlimited. Entre os anos de 2004 e 2005 tem trabalhado principalmente para a DC Comics. 
xsd:nonNegativeInteger 51 
xsd:integer 132431 
xsd:nonNegativeInteger 4906 
xsd:integer 44804521 

data from the linked data cloud