Joaquim Antônio da Cruz

http://pt.dbpedia.org/resource/Joaquim_Antônio_da_Cruz

Joaquim Antônio da Cruz, mais conhecido como Joaquim Cruz (Caxias, 6 de janeiro de 1846 — (Rio de Janeiro,10 de outubro de 1912), foi um médico, militar e político brasileiro.Foi senador pelo Estado do Piauí entre 1891 e 1900, além de deputado federal de 1906 a 1911.Nascido em Caxias, Maranhão, aos 6 de janeiro de 1846, formou-se em medicina na Faculdade Nacional de Medicina, no Rio de Janeiro, e, aos 16 de março de 1876, ingressou no corpo de saúde do Exército Brasileiro como tenente segundo-cirurgião.Integrou em 1885 a comissão da desobstrução do Rio Parnaíba.
Joaquim Antônio da Cruz 
sim 
sim 
setembro de 2009 
Joaquim Antônio da Cruz 
sim 
Joaquim Antônio da Cruz, mais conhecido como Joaquim Cruz (Caxias, 6 de janeiro de 1846 — (Rio de Janeiro,10 de outubro de 1912), foi um médico, militar e político brasileiro. Foi senador pelo Estado do Piauí entre 1891 e 1900, além de deputado federal de 1906 a 1911. Nascido em Caxias, Maranhão, aos 6 de janeiro de 1846, formou-se em medicina na Faculdade Nacional de Medicina, no Rio de Janeiro, e, aos 16 de março de 1876, ingressou no corpo de saúde do Exército Brasileiro como tenente segundo-cirurgião. Integrou em 1885 a comissão da desobstrução do Rio Parnaíba. Durante o período Império, militou no Partido Liberal. Foi promovido a capitão, primeiro cirurgião em 5 de março de 1890 e major médico de terceira classe a 27 de março de 1890. Entre 1900 e 1904, participou da Comissão Demarcadora de Limites com a Argentina, chefiada pelo General Dionísio Evangelista de Castro Cerqueira. Reformou-se no posto de major médico do Exército Brasileiro, em 17 de janeiro de 1902. Após a Proclamação da República foi eleito senador, representante do Estado do Piauí , por 9 (nove) anos para a Assembléia Constituinte, mas não logrou renovar seu mandato. Como senador firmou a segunda Carta Política Brasileira que foi a primeira Constituição dos Estados Unidos do Brazil, hoje República Federativa do Brasil. Em 1906 se elegeu Deputado Federal e foi reeleito em 1909. Em sua homenagem foram batizados dois vapores que navegaram no Rio das Balsas e Rio Parnaíba,nos Estados do Maranhão e Piauí, respectivamente o Joaquim Cruz, da Oliveira Pearce & Cia. e o S.S. Senador Cruz, este último incorporado à frota da Companhia de Navegação a Vapor do Parnaíba em 1907 (Cf. GANDARA, op. cit.). Filho do coronel João da Cruz e de Lina Joaquina Castello Branco da Cruz, era irmão do deputado federal João Christino Cruz. Casou-se com Francisca Braga Torres (Cruz), filha do Brigadeiro Francisco Xavier Torres Junior e de Maria Pinto Braga Torres e neta do Governador, do Ceará , Francisco Xavier Torres. Deste consórcio obteve seis filhos: Eurico Cruz, Milton Torres Cruz, João, Maria Lina, a qual, segundo STUDART, (op. cit.), foi casada com o Governador, General e Parlamentar do Ceará, Benjamin Liberato Barroso, Affonsina e Constantino. Consogro do escritor Domingos Olímpio. Avô do Ministro do Trabalho e Previdência Social Benjamin Eurico Cruz. Faleceu em 10 de outubro de 1912, de um carcinoma na boca, (cf. STUDART, op.cit.) e foi sepultado no jazigo perpétuo 4145sp, Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro . 
xsd:nonNegativeInteger 63 
xsd:integer 1860956 
xsd:nonNegativeInteger 5353 
xsd:integer 37431334 

data from the linked data cloud