Jaime VI da Escócia e I de Inglaterra

http://pt.dbpedia.org/resource/Jaime_VI_da_Escócia_e_I_de_Inglaterra an entity of type: Thing

Jaime VI & I (Edimburgo, 19 de junho de 1566 – Cheshunt, 27 de março de 1625) foi o Rei da Escócia como Jaime VI e Rei da Inglaterra e Irlanda pela União das Coroas como Jaime I. Ele reinou na Escócia desde 1567 e na Inglaterra a partir de 1603 até sua morte. Os dois reinos eram estados soberanos individuais, cada um com seu próprio parlamento, sistema judiciário e leis, governados por Jaime em união pessoal.
Jaime VI da Escócia e I de Inglaterra 
right 
xsd:integer 1959  1963  1968  1974  1984  1988  1991  1993  1995  1998  2000  2001  2003  2004 
James I of England signature.svg 
Poetry under King James VI 
horizontal 
Craig, Cairns 
HarperCollins 
University of Pennsylvania 
Palgrave Macmillan 
Clarendon Press 
David & Charles 
Johns Hopkins University Press 
Longman 
Routledge 
University of California Press 
Aberdeen University Press 
Chatto and Windus 
English Universities Press 
Fourth Estate 
Hollen Street Press 
Jonathan Cape 
Mainstream 
The Saltire Society 
Sua Graça 
Páginas título de The True Law of Free Monarchies e Basilikon Doron. 
left 
center 
Basilikon Doron.jpg 
True Law of Free Monarchies.jpg 
xsd:integer 115 
James I of England by Daniel Mytens.jpg 
xsd:integer 245 
xsd:integer
Monograma real de Jaime 
Aberdeen 
Baltimore 
Edimburgo 
Londres 
Oxford 
Filadélfia 
Slough 
Berkeley & Los Angeles 
Londres & Nova Iorque 
Basingstoke & Nova Iorque 
Newton Abbot 
Casa Theobalds, Cheshunt, Hertfordshire, Inglaterra 
James 
David 
Francis 
Jaime VI & I 
Roger 
John 
Gordon 
Alan 
Godfrey 
Kenneth 
John D. 
David Harris 
G. P. V. 
J. Leeds 
John & Julia 
John Harvey & Rosemary 
Pauline 
R. D. S. 
harv 
Jack 
Stewart 
Keay 
Donaldson 
Guy 
Hunter 
Thompson 
Davies 
Akrigg 
Barroll 
Croft 
Krugler 
Lindley 
Lockyer 
MacKinnon 
Pinches 
Willson 
Rei da Inglaterra e Irlanda 
Esposa 
Predecessora 
Rei da Inglaterra, Escócia, França e Irlanda 
King James 
Mary, Queen of Scots 
Collins Encyclopaedia of Scotland 
Gaelic – A Past and Future Prospect 
Harris and Lewis, Outer Hebrides 
James VI and I 
King James VI & I 
Letters of King James VI & I 
The Cradle King: A Life of James VI & I 
The Early Stuarts 
The History of Scottish Literature 
The Royal Heraldry of England 
The Trials of Frances Howard: Fact and Fiction at the Court of King James 
English and Catholic: the Lords Baltimore in the Seventeenth Century 
Anna of Denmark, Queen of England: A Cultural Biography 
My Heart is My Own: The Life of Mary Queen of Scots 
Last of the Free: A History of the Highlands and Islands of Scotland 
xsd:integer
xsd:integer 115  140 
Margarida da Escócia 
Maria de Inglaterra 
Roberto, Duque de Kintyre 
Sofia de Inglaterra 
Regentes 
Jaime VI & I (Edimburgo, 19 de junho de 1566 – Cheshunt, 27 de março de 1625) foi o Rei da Escócia como Jaime VI e Rei da Inglaterra e Irlanda pela União das Coroas como Jaime I. Ele reinou na Escócia desde 1567 e na Inglaterra a partir de 1603 até sua morte. Os dois reinos eram estados soberanos individuais, cada um com seu próprio parlamento, sistema judiciário e leis, governados por Jaime em união pessoal. Ele sucedeu ao trono escocês com apenas treze meses, logo após sua mãe Maria da Escócia ter sido forçada a abdicar em seu favor. Quatro regentes governaram o país durante sua minoridade, que encerrou-se oficialmente em 1578, apesar dele apenas ter assumido total controle de seu governo em 1583. Em 1603, ele sucedeu Isabel I de Inglaterra como o monarca da Inglaterra e Irlanda. Ele reinou nos três países por mais 22 anos até sua morte em 1625 aos 58 anos; esse período é conhecido como Era jacobita em sua homenagem. Após a União das Coroas, ele passou a viver na Inglaterra, voltando para a Escócia apenas em 1617 e se intitulando "Rei da Grã-Bretanha e Irlanda". Jaime foi um grande defensor de um parlamento único para a Inglaterra e Escócia. Durante seu reinado, começaram o Plantation de Ulster e a colonização inglesa da América. Com 57 anos e 246 dias, seu reinado na Escócia foi o mais longo da história. Ele realizou a maioria de seus objetivos em seu país natal, porém enfrentou grandes dificuldades na Inglaterra, incluindo a conspiração da pólvora e vários conflitos com o parlamento inglês. A "Era de Ouro" da literatura e dramaturgia do Período Elisabetano continuou sob Jaime, com escritores como William Shakespeare, John Donne, Ben Jonson e Francis Bacon contribuindo para uma cultura literária florescente. O próprio Jaime era um acadêmico talentoso, tendo escrito obras como Daemonologie, The True Law of Free Monarchies e Basilikon Doron. Ele patrocinou a tradução da Bíblia que foi nomeada em sua homenagem: a Bíblia do Rei Jaime. Anthony Weldon afirmou que Jaime tinha sido denominado "o tolo mais sábio da cristandade", um epíteto que desde então é associado ao monarca. Porém, desde o século XX, os historiadores revisaram a reputação de Jaime e o trataram como um rei sério e ponderado. 
xsd:nonNegativeInteger 252 
Jaime VI & I 
xsd:integer 26276 
xsd:nonNegativeInteger 67109 
xsd:integer 44660962 

data from the linked data cloud