Ivan V da Rússia

http://pt.dbpedia.org/resource/Ivan_V_da_Rússia an entity of type: Thing

Ivan V (em russo: Иван V Алексеевич Ромáнов; transl.: Ivan Alekseyevich Románov) (27 de agosto de 1666 - 8 de fevereiro de 1696) foi um tsar do Império Russo e protetor da Igreja Ortodoxa Russa. Na época de João V, Moscou era considerada a cidade sagrada da Ortodoxia, e a Rússia era concebida como a Santa Rússia. Constantinopla havia sucedido Roma, mas depois de sua queda em 1453, Moscou passou a ser a "terceira Roma", sucessora de Constantinopla.
Ivan V da Rússia 
xsd:integer 200 
Ivan V Alekseyevich Romanov 
Ivan V 
xsd:integer 1682 
xsd:integer 1682 
Ivan V Alekseyevich Romanov 
Ivan V (em russo: Иван V Алексеевич Ромáнов; transl.: Ivan Alekseyevich Románov) (27 de agosto de 1666 - 8 de fevereiro de 1696) foi um tsar do Império Russo e protetor da Igreja Ortodoxa Russa. Na época de João V, Moscou era considerada a cidade sagrada da Ortodoxia, e a Rússia era concebida como a Santa Rússia. Constantinopla havia sucedido Roma, mas depois de sua queda em 1453, Moscou passou a ser a "terceira Roma", sucessora de Constantinopla. Quando Constantinopla caiu, só havia uma nação capaz de assumir a liderança do cristianismo oriental, e essa nação era o Império Russo. Os russos diziam que o fato de Constantinopla ter caido era um desígnio divino, pois o fato ocorreu exatamente quando estavam se tornando um Império livre. Ou seja, Deus os estaria escolhendo para sucederem a Constantinopla. Um dos motivos para acharem que Deus os escolheria para ser a sucessora de Constantinopla era o fato de terem permanecido na fé ortodoxa, rejeitado a União de Florença. E, além disso, em 1472 o tsar russo João III se casou com Sofia, sobrinha do último imperador bizantino. Com a permissão do patriarca de Constantinopla Jeremias II, o Metropolita de Moscou, Jó de Moscou recebeu, em 1589, o título de Patriarca de Moscou e toda Rússia. A Igreja Russa, embora aliada do trono, soube manter-se livre e protestar contra as ingerências imperiais. Com Pedro, o Grande, os conflitos chegaram ao auge. Em 1721 ele aboliu o patriarcado e estabeleceu uma nova organização para a Igreja russa, inspirada nos sínodos protestantes da Alemanha. Também criou o "Colégio Espiritual do Santo Sínodo", atribuindo-se o título de "Juiz Supremo do Colégio Espiritual". Frequentemente ele assistia às reuniões do Sínodo através de um procurador que, na prática, era ministro da religião. 
xsd:nonNegativeInteger 43 
Ivan V 
xsd:integer 322261 
xsd:nonNegativeInteger 3377 
xsd:integer 43088482 

data from the linked data cloud