In the Zone

http://pt.dbpedia.org/resource/In_the_Zone an entity of type: Thing

In the Zone é o quarto álbum de estúdio da artista musical estadunidense Britney Spears. O seu lançamento ocorreu em 7 de novembro de 2003, através da Jive Records. O disco possui uma sonoridade inspirada por gêneros urbanos como dance, house, trip hop e hip hop; enquanto a sua instrumentação é constituída por guitarras, tambores, sintetizadores, cordas, e elementos da música do Oriente Médio. Liricamente, as faixas refletem-se ao amor, à dança, ao empoderamento, e no caso de canções como "Touch of My Hand", ao sexo e à masturbação. As gravações do projeto ocorreram durante o ano de 2003 nos Estados Unidos e na Suécia, com a produção de profissionais como Bloodshy & Avant, Brian and Josh, Roy "Royalty" Hamilton, Jimmy Harry, Penelope Magnet, Moby, The Matrix, R. Kelly, Rishi Rich, Guy Sigs
In the Zone 
left 
right 
xsd:integer 2006 
Britney Spears - Breath on Me.ogg 
Britney Spears - Touch of My Hand.ogg 
Reichert, Tom; Lambiase, Jacqueline 
sim 
Diretor 
Produtor 
sim 
não 
<second> 26.0  28.0 
<second> 210.0  259.0  269.0  230.0  234.0  250.0  233.0  291.0  201.0  202.0  223.0  225.0  227.0  235.0  197.0  241.0 
Routledge 
Spears, Madonna, Stewart, Nikhereanye, Magnet, Nash, O'Brien 
Dennis, Karlsson, Winnberg, Jonback 
Roy "Royalty" Hamilton, Chyna Royal, Deongelo Holmes, Eric Jackson 
Ryan Leslie, Sean "P. Diddy" Combs 
Spears, Annette Stamatelatos 
Spears, Jimmy Harry, Balewa Muhammad, Shep Solomon 
Spears, Kierulf, Schwartz 
Spears, Moby, Stewart, Magnet 
Spears, Stewart, Nikhereanye, Magnet 
Stephen Lee, Steve Anderson, Lisa Greene 
Spears, Brian Kierulf, Josh Schwartz, Kara DioGuardi 
Spears, Cathy Dennis, Christian Karlsson, Pontus Winnberg, Henrik Jonback 
Spears, Lauren Christy, Scott Spock, Graham Edwards, Charlie Midnight 
Britney Spears, Madonna, Christopher "Tricky"Stewart]], Thabiso "Tab" Nikhereanye, Penelope Magnet, Terius Nash, Gary O'Brien 
Hamilton 
Guy Sigsworth 
Bloodshy & Avant 
Brian and Josh 
Combs, Leslie 
Harry, Solomon 
Joseph Kahn 
Moby, Trixster, Magnet 
R. Kelly, Trixster, Magnet 
Trixster, Magnet 
Trixster, Magnet, Rishi Rich 
Vários diretores 
In the Zone.jpg 
xsd:integer
In the Zone 
vídeo musical 
com Madonna 
com Madonna) 
com Ying Yang Twins 
direita 
Bloodshy & Avant, Brian and Josh, Roy "Royalty" Hamilton, Jimmy Harry, Penelope Magnet, Moby, The Matrix, R. Kelly, Rishi Rich, Guy Sigsworth, Shep Soloman, Mark Taylor, Trixster 
Greatest Hits: My Prerogative 
"Eu só acho que quando você começar a ser tão auto serviçal com a sua música... Eu fiquei um pouco assim com o último álbum, e eu realmente não queria me expor tanto assim. Eu compreendo [quando os músicos escrevem sobre coisas pessoais]. Mas quando tudo é sobre você, eu acho que.... Por exemplo, neste disco, algumas das canções, como 'Brave New Girl', posso me relacionar com essa música, mas é o quanto pessoal você vai. Este material é definitivamente pessoal, mas não de uma forma surpreendente – pense dessa maneira." 
"Eu não sou do tipo de pessoa que coloca a culpa em outras, mas eu sinto que algumas coisas que foram feitas para mim nunca estiveram em meus melhores interesses. Olhando para trás, sinto agora que no meu quarto álbum 'menos é mais' deveria ter sido o caminho a percorrer." 
— Spears comenta sobre escrever acerca experiências pessoais 
—Spears refletindo sobre In the Zone em novembro de 2004. 
estúdio 
Conteúdo bônus da edição DVD-Audio 
Faixas bônus da edição internacional 
Vídeos bônus da edição DualDisc 
Chris Cox Megamix 
Me Against the Music 
Toxic 
Everytime 
Shadow 
I Got That 
Showdown 
Sex in consumer culture: the erotic content of media and marketing 
"Breathe on Me" 
"Touch of My Hand" 
Brave New Girl 
Don't Hang Up 
Early Mornin' 
On-Screen Lyrics 
Photo Gallery 
The Answer 
The Hook Up 
Touch of My Hand 
xsd:integer 30 
Rolling Stone 
The Guardian 
<second> 2992.0  3466.0 
xsd:integer 2003 
sim 
In the Zone é o quarto álbum de estúdio da artista musical estadunidense Britney Spears. O seu lançamento ocorreu em 7 de novembro de 2003, através da Jive Records. O disco possui uma sonoridade inspirada por gêneros urbanos como dance, house, trip hop e hip hop; enquanto a sua instrumentação é constituída por guitarras, tambores, sintetizadores, cordas, e elementos da música do Oriente Médio. Liricamente, as faixas refletem-se ao amor, à dança, ao empoderamento, e no caso de canções como "Touch of My Hand", ao sexo e à masturbação. As gravações do projeto ocorreram durante o ano de 2003 nos Estados Unidos e na Suécia, com a produção de profissionais como Bloodshy & Avant, Brian and Josh, Roy "Royalty" Hamilton, Jimmy Harry, Penelope Magnet, Moby, The Matrix, R. Kelly, Rishi Rich, Guy Sigsworth, Shep Soloman, Mark Taylor e Trixster. Com a finalização da turnê Dream Within a Dream em julho de 2002 e o término de seu relacionamento com Justin Timberlake, a cantora planejou fazer uma pausa de seis meses em sua carreira; contudo, ela iniciou o trabalho no disco em novembro do mesmo ano. Spears começou a escrever músicas para In the Zone enquanto estava em digressão mundial, embora não soubesse qual direção seguir com o projeto. Ela colaborou com diferentes produtores, a fim de encontrar aqueles com quem tivesse química. A primeira faixa gravada foi "Touch of My Hand", que, segundo a intérprete, proporciona um equilíbrio para o restante do disco. Ela também co-compôs diversos números, e adaptou as letras de acordo com a sua personalidade. A artista afirmou ser uma compositora autobiográfica, embora não ao ponto de sentir-se auto explorada, e explicou que a natureza sexual de In the Zone foi subconsciente e aconteceu enquanto estava no processo de desenvolvimento do álbum. In the Zone recebeu revisões geralmente positivas da mídia especializada, a qual prezou a mistura de diferentes estilos e as composições feitas pela cantora. Entretanto, seus vocais foram criticados pelos resenhadores, que afirmaram estarem "distantes e processados". Comercialmente, o disco obteve um desempenho exitoso, alcançando o topo das tabelas dos Estados Unidos, da França e da Grécia, ao passo que qualificou-se entre os dez primeiros em mais onze países. Nos Estados Unidos, Spears converteu-se na primeira artista feminina a ter quatro trabalhos consecutivos na liderança da Billboard 200. O material recebeu certificação de platina tripla pela Music Canada e de platina dupla pela Recording Industry Association of America (RIAA), e foi o oitavo mais bem vendido mundialmente no ano de 2003. Atualmente registra mais de dez milhões de exemplares faturados no mundo todo. A fim de promover o disco, foram lançados quatro singles de seu alinhamento. O primeiro, "Me Against the Music", conta com a participação de Madonna, e atingiu a primeira colocação das tabelas da Austrália, da Dinamarca, da Espanha, da Hungria e da Irlanda; e a vice-liderança em outras cinco nações. "Toxic" e "Everytime" obtiveram um desempenho semelhante ao seu antecessor, sendo que o primeiro citado rendeu a Spears seu primeiro Grammy Award. A quarta e última faixa distribuída, "Outrageous", conseguiu posicionar-se apenas nas paradas dos Estados Unidos e do Japão. Como forma de divulgação do material, a cantora interpretou as canções em diversos programas de televisão e embarcou na The Onyx Hotel Tour. O álbum e seus vídeos musicais foram avaliados pelos críticos como o fim da transição de uma estrela adolescente a uma artista mais adulta. Em 2009, Amy Schriefer, do NPR, listou In the Zone entre os 50 discos mais importantes da década, definido-o como "uma cartilha sobre o som do pop nos anos 2000". 
Inglês 
xsd:nonNegativeInteger 366 
In the Zone 
xsd:integer 335419 
xsd:nonNegativeInteger 106999 
xsd:integer 44177885 

data from the linked data cloud