Império Aiúbida

http://pt.dbpedia.org/resource/Império_Aiúbida an entity of type: Thing

O Império Aiúbida é o nome que se dá ao Estado muçulmano governado pela linhagem dinástica dos aiúbidas, durante os séculos XII e XIII, nas regiões dos atuais Síria e Egipto.Foram os responsáveis pela criação do exército mameluco, com o objectivo de criar uma força de combate mortal e altamente bem treinada. Os membros desta elite chegavam a ser comprados muito novos, com idades a rondarem os 14 e os 18 anos, para serem disciplinados numa cultura militar.
Império Aiúbida 
xsd:gYear 1171  1342 
O Império Aiúbida é o nome que se dá ao Estado muçulmano governado pela linhagem dinástica dos aiúbidas, durante os séculos XII e XIII, nas regiões dos atuais Síria e Egipto. Foram os responsáveis pela criação do exército mameluco, com o objectivo de criar uma força de combate mortal e altamente bem treinada. Os membros desta elite chegavam a ser comprados muito novos, com idades a rondarem os 14 e os 18 anos, para serem disciplinados numa cultura militar. Os aiúbidas atingiram o auge do seu poder, no tempo de Saladino, quando este se imortalizou na história como um herói para os muçulmanos, mas a partir daí esta linhagem teve uma queda impressionante, sendo o autor do golpe final, o famoso general e posteriormente também sultão Baibars, que ao matar Al-Muazzam Turanshah e toda a sua possível descendência, impôs um novo rumo na história, elevando os mamelucos ao poder. A morte do ultimo líder desta dinastia representa, como na altura e após a morte de Saladino, as várias tribos do Médio Oriente, se começaram a dividir, criando assim um clima propicio para que os mongóis, pudessem avançar em direcção ao Egipto, pois enquanto os aiúbidas discutiam entre si, a Síria foi-se dividindo em outras pequenas dinastias situadas nas cidades de Alepo, Hama, Homs e Damasco. Só quando os mamelucos se decidiram impor para se defenderem da invasão mongol e para expulsarem os cristãos da Palestina, é que houve uma certa noção de unidade muçulmana, embora isso fosse na altura mais uma aparência imposta à força do que algo aceite de pura liberdade. A responsabilidade desta decisão coube a Aibek, um comandante mameluco, que não apoiava os ideais dos lideres desta dinastia e por isso decidiu em conjunto com outros comandantes, ordenar um golpe de Estado, que pôs no poder o sultão Qutuz, por achar que os mamelucos eram os verdadeiros lutadores do império, pois eram eles que davam a vida em combate. 
xsd:nonNegativeInteger 38 
Império Aiúbida 
الأيوبيو 
xsd:integer 1599205 
xsd:nonNegativeInteger 6074 
xsd:integer 43489906 

data from the linked data cloud