Henry Morgan

http://pt.dbpedia.org/resource/Henry_Morgan

Henry Morgan (Llanrhymny, Glamorgan, 1635 — Jamaica, 25 de agosto de 1688) foi um corsário galês que saqueou grande parte do Caribe.Associado com o pirata holandês Eduard Mansvelt e o governador da Jamaica, Thomas Modyford como protector, formou uma companhia de filibusteiros que realizaram diversos saques a colônias espanholas.
Henry Morgan 
Henry Morgan 
xsd:integer
xsd:integer
xsd:integer
xsd:integer 1668 
Henry Morgan 
"O pirata que destruiu a Cidade do Panamá" 
Equivalente a US$ 13 milhões 
Llanrhymny, Glamorgan 
Reino da Inglatera 
"Junto com Bartholomew Português, Codificou o Código Pirata" 
Morte 
Fortuna 
Nascimento 
Atividade 
Conhecido por 
Nome de Nascimento 
Tipo de pirata 
Trabalha á favor 
Zona de atuação 
(20px) Pirata 
Henry Morgan 
Henry Morgan (Llanrhymny, Glamorgan, 1635 — Jamaica, 25 de agosto de 1688) foi um corsário galês que saqueou grande parte do Caribe. Associado com o pirata holandês Eduard Mansvelt e o governador da Jamaica, Thomas Modyford como protector, formou uma companhia de filibusteiros que realizaram diversos saques a colônias espanholas. Um dos seus ataques que ficaria famoso foi a Porto Bello. Morgan atacou a cidade de Porto Bello com treze navios e mil cento e cinquenta homens, invadindo-a e derrotando as forças espanholas depois de vários dias de batalha. Para retirar o ouro, a prata e as pedras preciosas utilizou-se de cento e cinquenta mulas e, ao se retirar da cidade, incendiou-a. Em uma das expedições mais arrojadas, Henry Morgan saiu da Jamaica com uma pequena frota de navios em direção à península de Iucatã atravessou o golfo do México e marchando por cinquenta milhas, atacou a cidade de Villahermosa. Ao retornarem ao porto seus navios haviam sido aprisionados pelas tropas espanholas que faziam a ronda para protegerem as colônias de Espanha. Num golpe arrojado, Morgan conseguiu roubar dois navios espanhóis e quatro canoas nativas e conseguiram navegar por quinhentas milhas sendo então arrastados por correntes marinhas adversas. Dando a volta à península de Iucatã foram parar na rica cidade de Granada onde a atacaram e saquearam. Diversos foram os ataques às cidades espanholas, entre outras Santiago de Cuba e Campeche. Essa cidade era defendida por dois fortes e muitos soldados espanhóis. A batalha durou dois dias sendo derrotadas as forças espanholas. 
xsd:nonNegativeInteger 64 
xsd:integer 59193 
xsd:nonNegativeInteger 8485 
xsd:integer 44758998 

data from the linked data cloud