Hans Sennholz

http://pt.dbpedia.org/resource/Hans_Sennholz

Hans F. Sennholz (Bergkamen, 03 de Fevereiro de 1922 – Grove City, 23 de Junho de 2007) foi um economista da Escola Austríaca que estudou com Ludwig von Mises. Depois de servir na Luftwaffe na Segunda Guerra Mundial, ele se graduou nas universidades de Marburg e Köln. Depois se mudou para os Estados Unidos para fazer seu doutorado na Universidade de Nova York. Ele foi o primeiro aluno de PhD de Ludwig von Mises nos EUA. Lecionou economia no Grove City College, de 1956 a 1992, detendo a cadeira do departamento. Após se aposentar, tornou-se presidente da Foundation for Economic Education, de 1992 a 1997. O filósofo político calvinista, John W. Robbins, afirmou num livro impresso em homenagem a Sennholz, logo após sua morte, que "Sennholz,[...]baseou na revelação a sua defesa de uma sociedade
Hans Sennholz 
Hans F. Sennholz (Bergkamen, 03 de Fevereiro de 1922 – Grove City, 23 de Junho de 2007) foi um economista da Escola Austríaca que estudou com Ludwig von Mises. Depois de servir na Luftwaffe na Segunda Guerra Mundial, ele se graduou nas universidades de Marburg e Köln. Depois se mudou para os Estados Unidos para fazer seu doutorado na Universidade de Nova York. Ele foi o primeiro aluno de PhD de Ludwig von Mises nos EUA. Lecionou economia no Grove City College, de 1956 a 1992, detendo a cadeira do departamento. Após se aposentar, tornou-se presidente da Foundation for Economic Education, de 1992 a 1997. O filósofo político calvinista, John W. Robbins, afirmou num livro impresso em homenagem a Sennholz, logo após sua morte, que "Sennholz,[...]baseou na revelação a sua defesa de uma sociedade livre." O colega austríaco Joseph Salerno elogiou especialmente Sennholz como um membro subestimado da Escola Austríaca que "escreve tão claramente nos mais diversos assuntos que ele está em perigo de sofrer o mesmo que Say e Bastiat. Como outro colega austríaco, Joseph Schumpeter, apontou, estes dois brilhantes economistas franceses do século dezenove, que eram mestres da retórica econômica, escreveram com tanta clareza e estilo que seus livros foram mal julgados pelos inferiores britânicos como 'rasos' e 'superficiais'." 
xsd:nonNegativeInteger 22 
xsd:integer 3316498 
xsd:nonNegativeInteger 3939 
xsd:integer 38433800 

data from the linked data cloud