Giles Corey

http://pt.dbpedia.org/resource/Giles_Corey

Giles Corey (também escrito Cory ou Coree, 1611 - 19 de Setembro de 1692) foi um fazendeiro próspero e membro de pleno direito da Igreja, no início de América colonial, que morreu sob tortura judicial durante os julgamentos das Bruxas de Salém.
Giles Corey 
Giles Corey (também escrito Cory ou Coree, 1611 - 19 de Setembro de 1692) foi um fazendeiro próspero e membro de pleno direito da Igreja, no início de América colonial, que morreu sob tortura judicial durante os julgamentos das Bruxas de Salém. Corey alegou inocência e recusou-se a levantar diante do tribunal, o que significava que ele não podia ser julgado legalmente. O tribunal determina, então, um interrogatório mediante tortura no qual Corey foi esmagado até a morte por pesos de pedra. Em abril de 1692, ele foi acusado por Ann Putnam, Jr., Mercy Lewis e Abigail Williams da prática de bruxaria juntamente com seu amigo Edgar Jordão. Ann Putnam Jr afirmou que em 13 de abril o espectro de Giles Corey visitou-a e pediu-lhe para escrever no livro do diabo. Mais tarde, Putnam também alegou que o fantasma de Edgar Jordão apareceu diante dela para anunciar que tinha sido assassinado por Corey. Outras meninas descreveram Corey e Jordão como "bruxos das trevas" e contaram histórias de assaltos que teriam sido cometidos por seus espectros. 
xsd:nonNegativeInteger 13 
xsd:integer 2693905 
xsd:nonNegativeInteger 1324 
xsd:integer 38162565 

data from the linked data cloud