Filho de Deus

http://pt.dbpedia.org/resource/Filho_de_Deus

Filho de Deus é uma expressão encontrada no Antigo Testamento (ou Bíblia Hebraica), em vários outros textos judaicos e no Novo Testamento. Nas Escrituras hebraicas, de acordo com a tradição judaica, relaciona-se a vários sujeitos distintos, a anjos, seres humanos e, até mesmo, a toda humanidade. De acordo com a maioria dos estudiosos cristãos, a expressão se refere ao relacionamento entre Jesus Cristo e Deus, assim como ao relacionamento experimentado por todos os crentes fiéis a Jesus (cf. João 1:12).
Filho de Deus 
xsd:integer 10  11  13  14  15  17  20  22  24  26  27  28  82  89 
Apocalipse 
Salmos 
Gálatas 
Marcos 
Mateus 
Hebreus 
João 
Romanos 
Lucas 
Atos 
I Coríntios 
II Coríntios 
Êxodo 
II Samuel 
I João 
II João 
Oséias 
xsd:integer 10  11  12  13  14  15  16  18  19  20  22  25  27  27.28  29  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  49  54  61  63  70 
Filho de Deus é uma expressão encontrada no Antigo Testamento (ou Bíblia Hebraica), em vários outros textos judaicos e no Novo Testamento. Nas Escrituras hebraicas, de acordo com a tradição judaica, relaciona-se a vários sujeitos distintos, a anjos, seres humanos e, até mesmo, a toda humanidade. De acordo com a maioria dos estudiosos cristãos, a expressão se refere ao relacionamento entre Jesus Cristo e Deus, assim como ao relacionamento experimentado por todos os crentes fiéis a Jesus (cf. João 1:12). Uma terminologia similar estava presente antes, durante e depois do ministério de Jesus e em seu pano de fundo histórico-cultural. Augusto, imperador de Roma, era chamado de Divi filius (filho do divinizado Júlio César): esta expressão, e não Dei filius (filho de Deus), era a que se utilizava em latim. Já em grego, a expressão huios theou aplicava-se a ambos os casos. No entanto, huios theou é usado em relação a Jesus apenas três vezes no Novo Testamento. Ele é, na maior parte das vezes, descrito como ho huios tou theou: não apenas "um filho de Deus", mas "o filho de Deus", especialmente em profissões de fé como Atos 8:37, Atos 9:20, I João 4:15, I João 5:5 e João 20:31. Historiadores acreditam que Alexandre, o Grande via-se como semideus, ao usar como título a expressão "Filho de Amon-Zeus" (diz-se de sua mãe, Olímpia, haver declarado que Zeus a engravidara enquanto dormia debaixo de uma árvore consagrada ao deus). O título foi atribuído a ele por sacerdotes egípcios do deus Amon, no oráculo junto ao oásis de Siwah, no deserto líbio. Enquanto reis e heróis eram tratados como filhos de algum deus em particular dentre os muitos do universo politeísta, Jesus é - para os cristãos monoteístas - o filho do único Deus. 
xsd:nonNegativeInteger 93 
xsd:integer 129864 
xsd:nonNegativeInteger 22263 
xsd:integer 44001242 

data from the linked data cloud