Fiódor Dostoiévski

http://pt.dbpedia.org/resource/Fiódor_Dostoiévski an entity of type: Thing

Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski (em russo: Фёдор Миха́йлович Достое́вский, AFI [ˈfʲodər mʲɪˈxajləvʲɪtɕ dəstɐˈjɛfskʲɪj]; Moscovo, 30 de outubro (c. juliano) / 11 de novembro de 1821 — São Petersburgo, 28 de janeiro (c. juliano) / 9 de fevereiro de 1881) – ocasionalmente grafado como Dostoievsky – foi um escritor e filósofo russo, considerado um dos maiores e mais influentes literatos de todos os tempos, bem como um dos mais inovadores artistas da história. É tido como o fundador do existencialismo, mais frequentemente por Notas do Subterrâneo, descrito por Walter Kaufmann como a "melhor proposta para existencialismo já escrita".
Fiódor Dostoiévski 
xsd:integer 180 
Category:Fyodor Dostoyevsky 
Fyodor+Dostoyevsky 
Dostoevsky.jpg 
Marcel Proust, Sigmund Freud, Anton Chekhov, Hermann Hesse, Franz Kafka, Sartre, Albert Camus, Friedrich Nietzsche, Yukio Mishima, Ernest Hemingway, James Joyce, Virginia Woolf, Knut Hamsun, Walter Kaufmann, Clarice Lispector, Anna Akhmatova, Thomas Mann, Jack Kerouac, Gabriel G. Marquez, Aleksandr Solzhenitsyn e Charles Bukowski. 
Victor Hugo, Charles Dickens, Nikolai Gógol, Miguel de Cervantes, Honoré de Balzac, E.T.A. Hoffmann, Johann Wolfgang von Goethe, Friedrich Schiller, Edgar Allan Poe, os primeiros trabalhos de Vladimir Soloviov, William Shakespeare, Aleksandr Pushkin e Leo Tolstoy. 
Fiódor Dostoiévski, fotografado em 1879. 
Crime e Castigo 
Rússia 
Fyodor Dostoevsky 
Fiódor Dostoiévski 
Фёдор Достое́вский 
Crime e Castigo 
O Idiota 
Os Irmãos Karamazov 
Notas do Subsolo 
Fiódor Dostoiévski 
autor:Fiódor Dostoiévski 
Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski (em russo: Фёдор Миха́йлович Достое́вский, AFI [ˈfʲodər mʲɪˈxajləvʲɪtɕ dəstɐˈjɛfskʲɪj]; Moscovo, 30 de outubro (c. juliano) / 11 de novembro de 1821 — São Petersburgo, 28 de janeiro (c. juliano) / 9 de fevereiro de 1881) – ocasionalmente grafado como Dostoievsky – foi um escritor e filósofo russo, considerado um dos maiores e mais influentes literatos de todos os tempos, bem como um dos mais inovadores artistas da história. É tido como o fundador do existencialismo, mais frequentemente por Notas do Subterrâneo, descrito por Walter Kaufmann como a "melhor proposta para existencialismo já escrita". A obra dostoievskiana explora a autodestruição, a humilhação e o assassinato, além de analisar estados patológicos que levam ao suicídio, à loucura e ao homicídio: seus escritos são chamados por isso de "romances de ideias", pela retratação filosófica e atemporal dessas situações. O modernismo literário e várias escolas da teologia e psicologia foram influenciados por suas ideias. Dostoiévski logrou atingir certo sucesso com seu primeiro romance, Gente Pobre, que foi imediatamente muito elogiado pelo poeta Nikolai Nekrássov e por um dos mais importantes críticos da primeira metade do século XIX, Vissarion Belínski. Porém, o escritor não conseguiu repetir o sucesso até o retorno à Sibéria, quando escreveu o semibiográfico Recordações da Casa dos Mortos, sobre a prisão que sofrera. Posteriormente sua fama aumentaria, principalmente graças a Crime e Castigo. É um dos intelectuais mais influentes na área da psicologia, principalmente devido o seu último romance - Os Irmãos Karamazov -, que foi considerado por Sigmund Freud como o melhor romance já escrito. Perigoso, segundo Stálin, até 1953 o currículo soviético para estudos universitários sobre o escritor o classificava como "expressão da ideologia reacionária burguesa individualista". Segundo ele mesmo, seu mal era uma doença chamada consciência. A obra de Dostoiévski exerce uma grande influência no romance moderno, legando a ele um estilo caótico, desordenado e que apresenta uma realidade alucinada. 
xsd:nonNegativeInteger 306 
xsd:integer 49654 
xsd:nonNegativeInteger 50727 
xsd:integer 44981670 

data from the linked data cloud